Menu
Busca terça, 31 de março de 2020
GOV - DENGUE
Política

Nomeação de funcionário sem graduação gera bate-boca entre vereadores

Vereador quer que o MPE interfira em nomeação; colega discorda

10 setembro 2019 - 17h00Por Ray Santa Cruz

O vereador veterinário Francisco (PSB) cobrou que a Sedesc (Secretaria de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia) exonere um funcionário admitido para o cargo de chefe de serviços. Segundo ele, a função exige um médico veterinário e Campo Grande é a única capital que está descumprindo a lei.

O parlamentar falou em plenário e disse ao TopMídiaNews que o cargo para o Serviço de Inspeção Municipal (SIM) é exclusivo do médico veterinário, sendo que a Secretaria teria colocado uma pessoa leiga, o que fez com que o Conselho Regional de Medicina entrasse com pedido de afastamento ao Ministério Público Estadual.

“Existem leis, normas que devem ser cumpridas. A inspeção e fiscalização de produtos de origem animal, segundo a lei 5.517 do Conselho Regional de Medicina Veterinária, é de responsabilidade do médico veterinário. Eles já foram notificados pelo Conselho e serão também pelo MPE”, explicou.

Ele afirmou que o Conselho já fez o pedido para a prefeitura e comunicou o MPE sobre a infração a lei. 

O funcionário que está no cargo foi nomeado no mês de junho, de acordo com o parlamentar, que deseja “cada um no seu quadrado”. “Qualquer coisa contrária é ilegal. Eu vou bater nessa tecla e vou até o fim”, diz.

Defesa do funcionário

Em contrapartida, o vereador Odilon de Oliveira Júnior (PDT) é a favor da nomeação e ponderou, no plenário, que o atual chefe de serviços possui requisitos técnicos e que houve consulta sobre a exigência ao Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), que admite esses profissionais no cargo. 

“A respeito do comentário do colega, quando eu soube, procurei o secretário Herbet Assunção e tão logo ele esclareceu que consultou ao Mapa. O ministério fez um parecer por escrito e dispensou a necessidade do chefe de serviço ser um médico veterinário, razão pela qual  houve a contratação da pessoa que possui requisitos técnicos para o cargo”, concluiu o vereador. 

Leia Também

Devido ao risco de contágio pelo novo coronavírus, Giroto sai da prisão ainda hoje
Polícia
Devido ao risco de contágio pelo novo coronavírus, Giroto sai da prisão ainda hoje
ENQUETE: em Campo Grande, 79% não concorda com possibilidade de suspender contrato por 4 meses
Cidade Morena
ENQUETE: em Campo Grande, 79% não concorda com possibilidade de suspender contrato por 4 meses
VÍDEO: corpo de cavalo é encontrado em estado de decomposição em Campo Grande
Cidade Morena
VÍDEO: corpo de cavalo é encontrado em estado de decomposição em Campo Grande
Menina de 12 anos morre vítima de Coronavírus
Geral
Menina de 12 anos morre vítima de Coronavírus