Menu
segunda, 30 de novembro de 2020
Política

Vídeo: Servidores invadem plenário e tentam impedir votação da reforma da previdência

Oito policiais tentam retirar os manifestantes da área dos deputados e solicitaram reforço

23 novembro 2017 - 09h55Por Dany Nascimento e Airton Raes

“Boi boi boi, boi da cara preta, pega os deputados que tem medo de careta”: Com cantorias e palavras de ordem, mais de 400 servidores permanecem no plenário da ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul). Eles voltam a protestar contra a votação do projeto da reforma da previdência, que tramita em regime de urgência e foi aprovado ontem em primeira votação. Ao se deparar com o início da sessão, os manifestantes invadiram o plenário, começaram a jogar dinheiro de mentira nos deputados e ocuparam as cadeiras utilizadas pelos parlamentares.

Com isso, o presidente da Casa, deputado estadual Junior Mochi (PMDB), suspendeu a sessão e solicitou reforço para que os manifestantes sejam retirados do plenário. Oito policiais tentam retirar os manifestantes e já solicitaram reforço.

Os manifestantes lotam o plenário e utilizam faixas e apitos para tentar barrar o projeto e gritam a todo momento: “Deputados, bando de comprados”.

O coordenador do Fórum de Servidores de MS, Fabiano Reis disse que o TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) negou o pedido de retirada do projeto. “Ontem o Tribunal de Justiça negou o mandato de segurança impetrado para a retirada do projeto. A ação foi negada em decisão monocrática, agora resta protestar aqui”.

Os servidores que atuam na Assembleia foram orientados a permanecer nos gabinetes para evitar possíveis agressões. A Tropa de Choque e a Cavalaria permanecem do lado de fora reforçando a segurança na Casa. O presidente do Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis de MS), Jean Carlo Miranda afirmou que o governo prometeu confronto caso eles resolvam acampar novamente como forma de protesto.

“Ontem fui chamado na governadoria e disseram que se acampar novamente como da última vez,  a tropa de choque será acionada na hora e terá confronto. O governo plantou uma série de mudas de árvores típicas para caso acampassem novamente e retirassem, seriamos autuados por crime ambiental”, explica o presidente.

Leia Também

Rapper americano confessa que fuma 81 cigarros de maconha por dia
Geral
Rapper americano confessa que fuma 81 cigarros de maconha por dia
Fisiculturista se casa com boneca sexual; os dois se conheceram em uma boate
Geral
Fisiculturista se casa com boneca sexual; os dois se conheceram em uma boate
Mais de 99 mil pessoas foram infectadas pela covid-19 em MS
CORONAVÍRUS
Mais de 99 mil pessoas foram infectadas pela covid-19 em MS
Vídeo: no Chácara Cachoeira, moradores filmam chuva forte nesta segunda-feira
Cidade Morena
Vídeo: no Chácara Cachoeira, moradores filmam chuva forte nesta segunda-feira