SEBRAE MAIO 2023 2

sábado, 25 de maio de 2024

Busca

sábado, 25 de maio de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Saúde

18/09/2017 11:19

Campanha quer cadastrar 500 novos doadores de sangue e medula óssea em MS

A chance de encontrar uma medula compatível para a doação chega a ser de uma em cem mil; campanha quer aumentar banco de doadores

Foi dada a largada para triplicar o número de doadores de sangue e medula óssea em Mato Grosso do Sul, através do lançamento oficial da campanha “#Bora Doar Sangue e Medula”, que tem como foco realizar uma verdadeira força-tarefa para conscientizar as pessoas sobre a importância do cadastro e da doação.

A campanha foi lançada pela Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul), que pretende, de início, buscar diálogo com funcionários e pacientes. De acordo com o presidente da Cassems, Ricardo Ayache, o foco é transmitir para a sociedade a importância de aumentar o banco de doadores, levando em consideração a dificuldade de compatibilidade.

“Abraçamos a causa e acreditamos que com o aumento de doadores, aumentam as chances. A compatibilidade é para uma a cada cem mil, mas com um número maior de doadores, as chances aumentam. Quando maior o banco, mais chances temos de encontrar pessoas com compatibilidade. Vamos buscar isso dentro do hospital e queremos conscientizar a população dessa grande importância”, afirma Ayache.

O professor Carlos Alberto Rezende, 52 anos, conhecido entre os alunos como Professor Carlão, encontrou um doador na luta contra a leucemia e, hoje, caminha de mãos dadas com projetos voltados para a doação de sangue e medula. “Estamos juntos, essa campanha é muito importante para que as pessoas se tornem doadoras e aumentem as chances daqueles que buscam a cura, daqueles que aguardam um transplante de medula óssea. É importante a campanha para que todos tomem conhecimento de como é feito, para dar mais visibilidade para ações deste tipo, que estão voltadas para a cura daquele que necessita”.

                                  

O ato é uma parceria entre a Caixa dos Servidores e o Hemosul, Instituto Sangue Bom, Fórum dos Servidores Públicos do Estado de Mato Grosso do Sul, OAB/MS, Pátio Central – Shopping do Centro, Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul (Coren), Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso do Sul (CRFMS).

Seja um doador

Qualquer pessoa com idade entre 18 e 55 anos está apta a ser uma doadora de medula óssea. Os cadastrados têm retirado uma pequena quantidade de sangue, que tem seu nome incluído no Redome, que é gerenciado pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Caso seja compatível com alguma pessoa que tenha doenças como leucemia e necessite de transplante, o doador é contatado para o transplante. O Hemosul fica na avenida Fernando Corrêa da Costa, n°1.304, na região central de Campo Grande. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h30 e no sábado das 7h às 12h30.

Interessados podem entrar em contato com o Hemosul pelo telefone 3312-1517

Confira o calendário completo da campanha:

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
JARDIM VERANEIO MAIO E JUNHO DE 2024