Menu
Busca quarta, 23 de outubro de 2019
Top Ms
Saúde

Encontro entre pacientes bariátricos promove saúde e autoestima para usuários da Cassems

Evento reuniu pessoas de várias idades, que realizaram cirurgia de redução de peso

10 agosto 2019 - 11h45

Para trocar experiêcias e conhecer espaço de prevenção, pacientes bariátricos da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul) participaram do 3º Encontro de Beneficiários Pós-Cirurgia Bariátrica. O evento aconteceu na manhã deste sábado (10), no Centro de Prevenção em Saúde da instituição em Campo Grande, onde foram oferecidas várias atividades físicas aos participantes.

Um café da manhã diferente com alimentos nutritivos e sucos naturais ficou disponível durante todo o encontro. Além disso, quem esteve no local, a convite da Cassems, pode participar de uma série de atividades físicas como, musculação, pilates, hidroginástica e também de um bate papo com outros pacientes. O espaço é equipado com academia, piscina aquecida, sala de pilates uma cozinha experimental e espaço para atividades aeróbicas.

Há dois anos a técnica de enfermagem Gicele Moraes da Rosa, 39 anos, decidiu fazer a cirurgia bariátrica que a ajudou a perder 42 quilos. Segundo ela, vários fatores influenciaram nesta decisão. “Na época eu já estava com pré-diabetes e hipertensão, problemas no joelho e coração por conta do peso. A partir disso procurei orientação e comecei o processo”, explica.

Gicele ressalta que esses encontros promovidos entre pacientes bariátricos é uma forma de trocar experiencias e fortalecer a autoestima. “Fui convidada para este encontro e a partir de agora vou usar este espaço para melhorar minha qualidade de vida. As pessoas precisam procurar este lugar, porque aqui tem toda uma equipe multidisciplinar que orienta e nos ajuda a não desistir e não retroceder”, salientou.

Para o advogado Felipe Castelo, 25 anos, que é usuário da Cassems, o encontro é uma iniciativa positiva para os pacientes e deve ser aproveitada da melhor forma por quem precisa de cuidados especiais. “Eu tinha 144 quilos e uma rotina de alimentação errada. Já estava com gordura no fígado e pré-diabetes. Mas agora que conheci o este espaço, com certeza vou começar alguma atividade física”, comemorou.

Os pacientes também disponibilizam de uma cozinha experimental onde são produzidos alimentos com balanceamento nutricional. Coordenadora da cozinha experimental, Melissa de Andrade, ressalta que um dos principais fatores para o sucesso do tratamento é a alimentação saudável.

“Além do acompanhamento que eles fazem aqui nós ensinamos como produzir a própria alimentação. Os pratos são nutritivos, mas não perdem o sabor. Isso porque quem faz este procedimento deve se atentar a limitação na ingestão e por isso orientamos que é importante se atentar para a qualidade do que está comendo”, orienta.

O presidente da Cassems, Ricardo Ayache, falou dos benefícios para os pacientes que usam o local e disse também que a prevenção é um dos objetivos de sua gestão. “Antes não havia preocupação com a prevenção, a pouco recebemos a visita da ANS (Agencia Nacional da Saúde Suplementar), nesta ocasião nosso Centro de Prevenção, foi muito elogiado pelo nosso sistema de promoção e prevenção”, comemorou.

Ainda segundo o presidente é importante que os usuários desfrutem da estrutura para que tenham sucesso no tratamento. “Este acompanhamento que nós fazemos antes, durante e depois do procedimento cirúrgico é o que nos dá a certeza de que esse paciente não irá retroceder”.