Menu
Busca segunda, 01 de junho de 2020
GOV FEMINICIDIO
Saúde

Fone sem fio engolido por jovem continua a funcionar no estômago

Rapaz engoliu o dispositivo enquanto dormia. Após tomar laxante, o fone estava intacto e com 41% de bateria

07 maio 2019 - 07h29Por Da redação/Portal R7

Um fone sem fio acabou sendo engolido por um jovem de Taiwan, no sudeste asiático, e incrivelmente continuou a funcionar no estômago e depois de expelido. Ben Hsu adormeceu com um par de Apple AirPod nos ouvido, quando acordou não encontrou um dos fones. Através do rastreamento do aparelho percebeu que o dispositivo emitia um "bip" no quarto, mas não conseguiu encontrá-lo. "Então percebi que o som vinha do meu estômago", contou ele ao jornal Daily Mail.

Mesmo sem sentir nenhum incômodo, Ben foi até o hospital municipal da cidade de Kaohsiung. Um exame de raio-x confirmou a presença dos fones dentro de Hsu e fora alertado que, caso o fone não saísse de maneira natural, ele seria submetido a uma cirurgia. O rapaz tomou laxante e foi aconselhado a inspecionar os excrementos. E a busca deu resultado! Depois de lavá-lo e secá-lo, o dispositivo ainda operava normalmente: "A bateria ainda estava em 41%! Foi incrível", lembrou.

O médico Chen Chieh-fan, que trabalha na sala de emergência do hospital e responsável pelo procedimento, explicou que o invólucro plástico ao redor do fone minimiza os riscos, quando comparado com a ingestão de uma bateria normal, por exemplo. A publicação ainda ressalta que a exposição direta a uma bateria pode causar sérias rupturas intestinais.

Leia Também

Bilionário: fundador da Wizard deve assumir secretaria do Ministério da Saúde
Geral
Bilionário: fundador da Wizard deve assumir secretaria do Ministério da Saúde
Defesa alegou pandemia para tentar liberar policial que matou professora em acidente
Polícia
Defesa alegou pandemia para tentar liberar policial que matou professora em acidente
Menino autista ganha pizza sem recheio, comemora e comove as redes sociais
Geral
Menino autista ganha pizza sem recheio, comemora e comove as redes sociais
Campo Grande vira referência em trabalho contra novo coronavírus
Saúde
Campo Grande vira referência em trabalho contra novo coronavírus