TJMS JANEIRO
Menu
quinta, 20 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Saúde

Secretaria de Saúde confirma casos de febre amarela em macacos

16 setembro 2015 - 16h17Por Marcelo Brandão

A Secretaria de Saúde confirmou quatro casos de febre amarela no Distrito Federal. A doença foi diagnosticada em três de quatro macacos localizados mortos na cidade-satélite de Ceilândia. O exame em um outro macaco, encontrado morto no Zoológico, também deu positivo para a doença. De acordo com a secretaria, a vigilância ambiental e a epidemiológica, em parceria com o Jardim Zoológico, trabalham para evitar que a doença se espalhe.

O governo está tomando providências para a prevenção da doença, como busca por macacos mortos, captura do mosquito que transmite a doença e a busca de pessoas não vacinadas para a febre amarela, que residem ou trabalham próximo das áreas onde foram encontrados os animais.

A secretaria disse que os primatas do Zoológico foram submetidos a exames de sangue, de forma preventiva, e os funcionários passarão por controle de imunização. A rede de saúde atendeu, de janeiro a setembro deste ano, a três casos de febre amarela. As vítimas contraíram a doença nos municípios de Alto Paraíso, São Miguel do Araguaia e Alexânia, em Goiás.

“O Distrito Federal não tem casos de febre amarela desde 2010”, informou a secretaria. A vacina da febre amarela faz parte do calendário de vacinação. A primeira dose é aplicada aos 9 meses, com reforço aos 4 anos de idade. A vacina protege para toda vida. Sendo assim, quem tomou duas doses não precisa de outra.