ENTREGAS
Solurbe - corrida do meio ambiente 18/04 a 08/05
(67) 99826-0686
Prestação de contas 17/04 a 26/04/2019

Lauda não aceita fala de Hamilton sobre sabotagem: "Está chateado"

Ex-piloto e diretor da Mercedes, Niki Lauda diz que irá conversar com o britânico, que reclamou muito após a quebra do seu motor no GP da Malásia, neste domingo

3 OUT 2016
Globo Esporte
10h27min
Foto: AP

Ao ver seu motor explodir e dar adeus ao GP da Malásia, Lewis Hamilton abriu caminho para o companheiro de equipe e rival Nico Rosberg. Em tom político, o britânico atribuiu a uma "força superior" os episódios de azar recentes na Fórmula 1, mas garantiu que irá pedir explicações para a Mercedes, já que "dos oito pilotos que correm com o motor, apenas os dele quebram". Ao saber da declaração, Niki Lauda, ex-piloto e diretor da equipe, garantiu que irá conversar com o tricampeão mundial e que não aceita as suspeitas de Lewis sobre sabotagem.

- Conheço Hamilton muito bem e sei que não acusaria a equipe. É algo que não posso aceitar porque Lewis sabe que fazemos o possível para dar a ele o melhor carro e o melhor motor. Ele não iria contra a equipe. Se está chateado, também estive quando era piloto e por vezes disse besteiras. É aceitável e não há nada mal - explicou Lauda.

O diretor ainda esclareceu que o motor de Hamilton era novo e que a equipe irá buscar informações para esclarecer o que aconteceu.

- Não era um motor velho, era novo. Não sabemos qual foi a causa. Se não sabemos, não se pode dizer que foi uma sabotagem. É ridículo. Vou conversar com Lewis diretamente e sei que ele não me falará essas coisas. Pessoalmente me sinto decepcionado e responsável. Sinto muito por ele, tenho que pedir desculpas. Trabalhamos para ele e Nico de forma perfeita e igual. Ganhou títulos conosco. Amanhã (segunda-feira) viajo ao Japão com ele no mesmo avião. Teremos seis horas para conversar - esclareceu Niki Lauda.

Com o abandono na Malásia, Hamilton está 23 pontos atrás do companheiro de escuderia, Nico Rosberg, terceiro colocado neste domingo no Circuito de Sepang: 288 a 265. Restam cinco provas para o encerramento da temporada. A próxima é já domingo, no Japão.

Veja também