TJMS - novembro
tce novembro
Menu
Busca quinta, 21 de novembro de 2019
Algo mais

Fé une católicos indianos e brasileiros e derruba “barreira” do idioma

Grupo missionário da índia atua na Paróquia Cristo Rei, em Campo Grande

22 junho 2019 - 08h47Por Maressa Mendonça

Quando o assunto é fé, as barreiras da distância, diferenças culturais e até do idioma parecem não existir. Exemplo disso é um grupo de missionários indianos que está atuando na Paróquia Cristo Rei, no bairro Coophavilla, Campo Grande.

A reportagem do TopMídiaNews conversou com o grupo durante celebração do Corpus Christi, ou, segundo o padre Durai Arruldoss, de 34 anos, “a celebração do sacrifício de Jesus que deu seu corpo e sangue por nós”.

Ele, juntamente com o padre Ubahara Raja, de 33 anos, e as irmãs Mettilda, Lilly, Lourdes e Leuma vieram da Índia como missionários e, em pouco tempo, aprenderam o idioma. “É a fé que nos une e é universal. Todos os católicos celebram Jesus”, disse o padre Durai ao ser questionado sobre possíveis choques culturais.

Durai está no Brasil desde 2006 e, na Capital de Mato Grosso do Sul, há três anos. Ele é um dos responsável pela Paróquia Cristo Rei e conta que existe uma espécie de “convênio” entre a paróquia e a missão Maria Imaculada para este “intercâmbio” de missionários entre o Brasil e a Índia.

Para ele, é uma alegria trabalhar em conjunto com os brasileiros pelo mesmo objetivo: a divulgação da fé e após três meses em território brasileiro e os missionários já conseguem se comunicar com facilidade.

Eles disseram que os indianos são conhecidos por esta facilidade de aprender outros idiomas e revelaram o motivo: “Na índia são 22 línguas oficiais, então a gente aprende rápido”, brincaram.