(67) 99826-0686
PMCG - SLOGAN 17/06 A 30/06

O amor está no ar: pedido de namoro de Kellen e João teve caça ao tesouro e pistas em código morse

O romantismo é presente no relacionamento de Kellen Bueno e João Rocha

12 JUN 2019
Maressa Mendonça
19h00min
Casal de estudantes vai passar o 1º Dia dos Namorados juntos Foto: André de Abreu/Top Mídia News

Este 12 de junho é o primeiro “Dia dos Namorados” em que os estudantes Kellen Bueno, de 21 anos, e João Rocha, de 19 anos, vão passar juntos. O pedido foi feito ontem por João, considerado o “mais romântico da relação”, depois de um jogo de caça ao tesouro feito pelo casal.

A reportagem do TopMídiaNews encontrou os estudantes por acaso, quando eles estavam deixando uma loja no centro da cidade, onde haviam acabado de comprar as alianças de compromisso. O amor estampado no rosto dos dois, característica dos apaixonados, chamou atenção e eles contaram um pouco sobre este relacionamento recente, porém intenso, e a importância da data para os dois.

Kellen e João começaram a "ficar" há dois meses até que, ontem, João decidiu pedir a jovem em namoro. Consciente do pouco tempo da relação, ele primeiro sugeriu, como numa espécie de brincadeira, “se eu pedisse você em namoro, você aceitaria?”. Ela respondeu “sim”. Mais seguro, ele então repetiu a pergunta, mas, agora, em tom de pedido, e Kellen aceitou.

Todo esse diálogo, segundo eles, aconteceu depois de um jogo de “caça ao tesouro” criado por João para Kellen. As pistas todas elaboradas em código Morse. “Estava um pouco difícil”, disse ela. Mas ele sabia que Kellen conseguiria desvendar todas as pistas. “Ela é bem inteligente”, completou.

O jogo terminou com surpresas, pedido de namoro e a sensação da importância do romantismo para a relação. “Faz parte de nós dois”, disseram.

NA CONTRAMÃO

Quem estava sentindo falta de um pouco mais de romantismo e demonstrações públicas de afeto na manhã desta terça-feira (12) era o vendedor Luiz Moraes, de 60 anos. Ele foi até a praça Ary Coelho com as mãos cheias de balões em forma de coração, mas, até o momento da chegada da reportagem, ainda não tinha vendido nenhum.  “Está meio devagar, mas, se Deus quiser até à tarde eu vendo mais”, finalizou.

Veja também