TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
sábado, 04 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CONSTRUINDO O SABER 29/11 A 29/12
Campo Grande

'A humanidade sempre enfrentou vírus com vacina', diz Mandetta (vídeo)

Ex-ministro reafirmou que o Brasil "tinha a solução e deliberadamente o presidente não quis" causando as mais de 600 mil mortes pela covid-19

03 novembro 2021 - 19h00Por Rayani Santa Cruz

Em entrevista no Papo Reto do TopMídiaNews, o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta (DEM) reforçou que o erro maior do governo de Jair Bolsonaro na condução da pandemia foi não ter comprado vacinas contra a covid-19 no período em que teve oportunidade.

Mandetta afirmou que sempre a "humanidade enfrentou vírus com vacinas" e de forma unânime sempre deu certo e reduziu letalidade. Para ele, negligenciar a importância da vacina é terrivelmente ruim.

O ex-ministro pontuou que se o governo federal tivesse comprado vacina quando foi procurado por diversos laboratórios, as mortes seriam reduzidas pela metade e as discussões sobre uso de máscara ou não, teriam sido feitas no meio do ano.

"Tínhamos uma Ferrari e o governo escolheu não por gasolina. Colocando só a vacina como redução do número de mortes, imagina como não teria sido se tivéssemos vacinado antes. Esses seis meses que estamos passando de inferno ainda, é de uma situação lá atrás, de não ter comprado, não ter respondido laboratórios e todos os erros."

Contra os negacionistas, o democrata afirmou também que o ambiente de trabalho deve exigir que o trabalhador no geral deve se vacine.

"Uma das coisas que o médico do trabalho tem que cuidar são as vacinas. Se você está vacinado e o outro profissional não está, é um risco. É um direito da pessoa não se vacinar, mas no ambiente de trabalho pelo coletivo, é ruim."

O médico destacou que o Brasil tinha tudo para ser o mais vacinador do mundo, por conta da agilidade dos profissionais do SUS (Sistema Único de Saúde) e logística reconhecida na aplicação.

Veja a entrevista completa: