TJ BANNER JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 25 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Campo Grande

Com medo, criança de 2 anos se escondeu debaixo da cama e dificultou resgate em incêndio

A criança morreu na madrugada de hoje, na Santa Casa, depois de ter 90% do corpo queimado

01 junho 2020 - 17h00Por Diana Christie e Willian Leite

Os detalhes da tragédia que vitimou o pequeno Elizeu, de 2 anos, são dramáticos. No incêndio acidental provocado por um isqueiro, durante uma brincadeira de criança, o pequeno se escondeu debaixo da cama, com medo, dificultando o resgate.

O incêndio aconteceu neste domingo (31), no condomínio Residencial Zenóbio dos Santos, no bairro Lageado, em Campo Grande. A criança morreu na madrugada de hoje, na Santa Casa, depois de ter 90% do corpo queimado.

Quem conta um pouco do que aconteceu é o técnico eletricista Elieser Vieira, 28 anos, irmão de Elizeu. Segundo ele, o pai estava no banho quando escutou os gritos da mãe, Cristiane Vieira.

A mãe estava trocando o caçula no sofá quando viu as chamas começarem a se alastrar. Ela pediu socorro e o marido saiu do banheiro desesperado, ainda nu, para verificar o que aconteceu.

No primeiro momento, ele puxou o colchão em chamas e resgatou um dos filhos, de 5 anos, que foi levado para atendimento médico. Como não viu mais ninguém no quarto, só descobriu que Elizeu ainda estava em casa quando saiu do apartamento.

Elieser conta que o pai tentou entrar novamente para resgatar o pequeno, mas queimou as mãos na janela e começou a passar mal. Foi quando um vizinho, determinado, chegou para ajudar e conseguiu encontrá-lo debaixo da cama.

A criança foi entregue aos bombeiros, que a levaram para a Santa Casa imediatamente, sem sequer acompanhante já que os pais também precisavam de atendimento. Foi no hospital que, infelizmente, o pequeno faleceu.

“Não caiu a ficha ainda porque ainda não o vi dentro do caixão”, complementa o irmão, desconsolado com a perda da família.

Para ajudar é possível entrar em contato com Cristiane pelo telefone (67) 98484-9631 ou com Elieser (67) 9 9210-6132. O endereço para entrega de doações é na Rua João Gomes Batista, 819, Buriti, em Campo Grande.