TCE Novembro
Menu
domingo, 05 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Campo Grande

Ex-superintendente assassinado e abandonado nu respondia processo com Puccinelli e Cance

Daniel foi alvo de investigação do Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul por contratação ilícita de terceirizados da Sefaz

20 novembro 2018 - 12h58Por Kerolyn Araújo

Daniel Nantes Abuchaim, ex-superintendente de Gestão de Informação da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) no governo de André Puccinelli (MDB), que foi encontrado morto nesta segunda-feira (19), às margens de uma estrada vicinal no Jardim Veraneio, respondia processo por improbidade administrativa.

No dia 27 de janeiro de 2016, o TopMídiaNews noticiou que o ex-governador, o empresário João Baird, o ex-secretário de Fazenda Mário Sergio Maciel Lorenzetto, a empresa Itel Informática e Daniel haviam sido indiciados por irregularidades cometidas durante a administração do emedebista.

Uma denúncia anônima sobre possíveis irregularidades na contratação ilegal de terceirizados na Sefaz levou o Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul (MPE-MS) a investigar o grupo.

Conforme o MPE, os terceirizados realizavam serviços exclusivos de funcionários concursados e o valor pago pelo trabalho chegava a ser 11 vezes a mais do que a remuneração dos servidores permanentes da secretaria. 

Mesmo tendo conhecimento de todas as irregularidades, Mário, André Luiz e Daniel com seis meses de contrato, acrescentaram a alocação de hora técnica, aumentando assim, o número de funcionários terceirizados, tendo 14,67% de reajuste no valor global do contrato.

O crime

Daniel foi encontrado morto no início da tarde de segunda-feira (19), às margens de uma estrada vicinal no prolongamento da rua Desembargador Leão Neto do Carmo.

O corpo estava totalmente nu e apresentava sinais de facadas. Com Daniel não foi encontrado nenhum documento de identificação.

*Com informações de Dany Nascimento