TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
domingo, 26 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Campo Grande

H3N2 está matando mais que covid nos últimos dias em MS

Maioria das vítimas possuem comorbidades; taxa de letalidade é de 14,2%

19 janeiro 2022 - 12h30Por Rayani Santa Cruz

A nova cepa da influenza a H3N2 está causando mais óbitos que a covid-19 em Mato Grosso do Sul, nos últimos dias. Apesar de a totalidade de casos e de óbitos ser muito menor na totalização, se comparado com o coronavírus, essa nova cepa da influenza tem taxa de letalidade de 14,2%.

A covid-19 está com taxa de letalidade de 2,5% em Mato Grosso do Sul.

Morreram vítimas da influenza, mais cinco pessoas sendo todas idosas e com algum tipo de comorbidade. O total de óbitos pela H3N2 é de 40 pessoas e 289 estão internadas. 

Foram 17 novos infectados pela H3N2 com média móvel de 10,9 ao dia.

A vacina contra a nova cepa está em produção, e segundo o secretário municipal de Saúde de Campo Grande, José Mauro Filho, a previsão de entrega das cargas pelo Ministério da Saúde é até março. 

Enquanto isso, o ideal é manter os cuidados contra sintomas gripais com uso de máscara, álcool em gel e distanciamento.

Morreram pela H3N2 uma mulher de 72 anos de Itaporã; uma mulher de 69 anos de Aquidauana; uma mulher de 79 anos de Campo Grande, uma mulher de 74 anos de Dourados e uma mulher de 81 anos de Nioaque.