TJMS ABRIL 2024
A+ A-

terça, 16 de abril de 2024

terça, 16 de abril de 2024

Entre em nosso grupo

2

Campo Grande

06/09/2018 16:45

A+ A-

Juiz manda soltar médico que bebeu e matou mulher no trânsito em Campo Grande

PRF diz que suspeito dirigia carro de luxo em alta velocidade e ainda bateu em uma carreta

O juiz Waldir Peixoto Barbosa, da 5ª Vara Criminal de Campo Grande, determinou a soltura do médico Edson de Arruda Alves, 69 anos, suspeito de causar acidente de trânsito que matou uma mulher de 37 anos na madrugada do dia 2 de setembro, em Campo Grande.

Conforme a decisão, Edson, que está preso no Grupo de Repressão a Roubos Assaltos e Sequestros em Campo Grande, deve ser solto imediatamente.

O juiz concedeu a liberdade, mas aplicou medidas cautelares contra Arruda. Neste caso, o médico está proibido de se ausentar da cidade sem prévia autorização. Também deve comparecer a todos os atos do processo, quando intimado.

O médico havia sido preso em flagrante no dia do crime. Depois, no dia 3, passou por audiência de custódia e teve a prisão em flagrante convertida para preventiva.  

Acidente

Edson Arruda Alves dirigia uma Mercedes Benz no anel viário, sentido saída para Três Lagoas, e bateu na traseira de um Fiat Punto, onde estava Márcia Martins Honório, 37 anos, que morreu, e o companheiro que dirigia o carro. O condutor sofreu ferimentos leves.

A Polícia Rodoviária Federal estimou que a velocidade da Mercedes era alta, pois após bater no Punto, o carro rodou,  saiu da pista e atingiu uma carreta.

O teste do bafômetro apontou 0,71 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões, o que caracterizou embriaguez ao volante.

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias