TJMS AGOSTO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 12 de agosto de 2022 Campo Grande/MS
Dengue agosto
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
Campo Grande

Mãe de bebê machucada em escola diz que outra criança também foi atacada

'Minha filha e a amiguinha foram atacadas por uma criança mais velha porque estavam sozinhas', diz a mãe

04 agosto 2022 - 17h00Por Dany Nascimento

Mãe da menina de 10 meses mordida por uma coleguinha, que voltou da escola com hematomas, Reane Pereira da Silva, 28 anos, diz que outra criança foi vítima de negligência. Segundo ela, a verdade veio à tona depois que ela registrou o boletim de ocorrência.

“Uma funcionária, que estava no momento em que tudo aconteceu, me procurou e, por ser da igreja, ela falou que não ia aceitar as orientações do advogado que a dona da escola acionou. Ela disse que não ia mentir. Ela me contou que minha filha estava na escola, com uma menininha que tem síndrome de down. Ela disse que toda sexta-feira tem música na escola e, por isso, ninguém ouviu os choros da minha filha”, explica a mãe.

Reane disse que a amiguinha da filha teve a ponta do nariz arrancado.

“Veio uma criança grande, mordeu minha filha e a amiguinha. Eu falei com a outra mãe, ela me procurou e contou, mas ela não quer falar do caso, a família está com medo”, diz Reane.

Ela explica que, após registrar ocorrência e o caso ser noticiado, recebeu uma mensagem da proprietária da escola.

“Ela me mandou uma mensagem, mas isso foi orientação de um advogado com certeza. Porque, quando tudo aconteceu, cheguei em casa, mandei mensagem perguntando que horas tudo tinha acontecido e ela não me respondeu. A cuidadora da minha filha me bloqueou. Ela mentiram, a cuidadora não tinha saído para levar a menininha no médico porque caiu”. 

O TopMídiaNews procurou a direção da escola, mas até o fechamento desta matéria, nenhuma resposta foi encaminhada.