TJMS JANEIRO
Menu
quinta, 20 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Campo Grande

Presa por racismo é esposa de presidente do PSL, que tem filha em gabinete de Soraya

Casal é sócio de loja de embalagens, onde suposto crime de injúria ocorreu

17 dezembro 2020 - 13h00Por Thiago de Souza

Marisa Pereira de Oliveira, 50 anos, presa por suspeita de racismo, na terça-feira (15), em Campo Grande, é esposa do presidente do PSL de Campo Grande, Paulo de Mattos Pinheiro. A filha dele tem um cargo no gabinete da senadora Soraya Thronicke, também do PSL. 

Informações vindas de anônimos e confirmadas pelo TopMídiaNews mostram que a filha de Mattos recebe R$ 5.735 como auxiliar parlamentar da senadora. 

Paulo é sócio junto da esposa em uma loja de embalagens na avenida Coronel Antonino. Foi lá que o suposto crime de racismo ocorreu, onde ela teria ordenado um entregador a não entrar no estabelecimento. 

“Quem manda aqui sou eu, você vai fazer o serviço do jeito que eu quiser e na minha loja você não entra, seu preto”. 

O denunciante acionou a Polícia Militar e levou os dois envolvidos para a delegacia. Para detalhes do caso, clique aqui.