Menu
segunda, 20 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Campo Grande

Santhiago retoma carreira musical, abraça novo parceiro e fala em 'manter a essência'

Paulo Sérgio, que fazia dupla com ele, morreu de covid em março deste ano

28 julho 2021 - 17h00Por Thiago de Souza

O amor pela música e o pedido dos fãs e amigos fizeram com que o cantor Santhiago retomasse a carreira musical. A pausa foi forçada pela perda do parceiro Paulo Sérgio, vítima fatal da covid-19, em 12 de março deste ano. 

O artista lembra que, quando Paulo Sérgio morreu, logicamente ficou desnorteado. 

‘’É uma coisa que não dá pra pensar direito na hora. Eu não sabia o que fazer’’, relembra Santhiago. 

Porém, a dor virou saudade e o amor pela arte deu forças para o cantor. 

‘’Eu não escolhi a música. A música me escolheu e por isso vou continuar e quero ter prazer na música’’, refletiu Santhiago.

Além do amor pelo que faz, o artista precisou e ainda precisa cumprir a agenda de apresentações assumida ainda com o parceiro Paulo Sérgio. Ele chegou a fazer pequenos show em Campo Grande, onde viveu o desafio de cantar sozinho. 

‘’Nenhuma data caiu. Só foram adiadas por causa dos decretos de cada cidade’’, observou Santhiago, em relação a shows em MS e outros estados. 

Eddu Alves

Foi nas apresentações em barzinhos da Capital que a relação com Eddu Alves amadureceu e tudo aconteceu sem qualquer pretensão. Até então, Alves se apresentava como convidado de Santhiago até que a ‘’coisa aconteceu’’. Em dado momento, o próprio público já perguntava sobre a dupla ‘’Santhiago & Eddu Alves’’, diz Santhiago. 
 
‘’Ele era fã do meu trabalho, uma vez chegou a chorar ao subir no palco comigo. Foi uma coisa muito forte’’, destaca Santhiago. ‘’Cantando com o Eddu, parece que o Paulo Sérgio tá cantando comigo. Parece que foi um presente de Deus’’, complementa o sertanejo. 

Paulo Sérgio e Santhiago cantaram por 11 anos

Respeito 

Santhiago destaca que Paulo Sérgio sempre permanecerá na musicalidade dele e relembra da qualidade do ex-companheiro.

‘’A qualidade vocal, ele era fora do normal. O timbre de voz, tanto na parte estética quanto na parte técnica. O Paulo foi um professor pra mim’’, destacou o cantor, ao lembrar do título de ‘’As vozes das vozes’’ que o cantor Zé Rico [da ex-dupla com Milionário] deu para a dupla. 

Já sobre Eddu Alves, Santhiago diz que ele tem 15 anos de carreira é uma pessoa extremamente musical, que toca violão, baixo e teclado. Destaca também que a união das duas vozes deu muito certo e que Alves teve uma boa aceitação do público ao se apresentar com ele em Uberlândia (MG). 

Eddu Alves e Santhiago já se apresentam como dupla há cerca de duas semanas. No entanto, haverá uma apresentação oficial em uma live da Secretaria de Turismo, na abertura das celebrações pelo aniversário de Campo Grande, no dia 22 de agosto. 
 

Leia Também

Pensando no fim de ano, comércio de Campo Grande pode contratar 6 mil temporários
Campo Grande
Pensando no fim de ano, comércio de Campo Grande pode contratar 6 mil temporários
Viciado em drogas ameaça policiais com foice no Marcos Roberto
Polícia
Viciado em drogas ameaça policiais com foice no Marcos Roberto
'Véio da Havan' cogita ser senador em 2022: 'Bolsonaro me pediu'
Geral
'Véio da Havan' cogita ser senador em 2022: 'Bolsonaro me pediu'
Vídeo: morto pelo Choque ostentava dinheiro e imagens de “matador de policiais”
Polícia
Vídeo: morto pelo Choque ostentava dinheiro e imagens de “matador de policiais”