TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 02 de julho de 2022 Campo Grande/MS
Campo Grande

Sindicato denuncia paralisação de motoristas de ônibus e diz que prejudicou trabalhadores da saúde

Documento apontando ilegalidades da ação em plena pandemia ocorrida nesta segunda-feira foi enviado ao Ministério Público do Trabalho

21 julho 2020 - 12h50Por Rayani Santa Cruz

Ontem (20), alguns motoristas de ônibus coletivo de Campo Grande aderiram à paralisação dos serviços das 04h40 às 7h, o que causou dor de cabeça a dezenas de trabalhadores. A reclamação maior foi sobre o fato dos coletivos já estarem rodando de forma reduzida por conta da pandemia e pelo atraso nos horários de expediente.

Após o fato, o Consórcio Guaicurus, por meio Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros MS (Setur) protocolou denúncia no Ministério Público do Trabalho. Segundo o documento, o Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo de Campo Grande cometeram ilegalidade na ação.

A Setur indica que o serviço é essencial e por isso paralisação ou greve possui requisitos como: comunicar a empresa com 72 horas de antecedência e garantir a prestação mínima do serviço. 

Ainda na denúncia, o sindicato afirma que a paralisação prejudicou a viagem de trabalhadores do setor de saúde pública, em plena pandemia do coronavírus. O documento foi protocolado no MPT como notícia fato.