Menu
segunda, 25 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Campo Grande

Vamos ajudar? Protetor independente pede doações de ração e remédios em Campo Grande

Quem puder ajudar pode ligar no número: (67) 99250-9355

16 janeiro 2019 - 17h00Por Nathalia Pelzl

Notícias de maus-tratos a animais têm sido frequente nos jornais de Campo Grande, no entanto, ainda há pessoas dispostas a ajudar nossos amigos de quatro patas. É o caso do Alexandre Menezes de Souza, de 36 anos, funcionário público federal, que adotou a causa e se tornou um protetor independente em 2018. Agora ele busca doações de ração e remédios para cães e gatos da Capital.

Ele trabalha todos os dias na busca de alimentos, verificando denúncias de maus-tratos, e ajudando as pessoas que abrem seus lares como abrigo temporário para nossos amiguinhos. Mas, nem tudo tem sido fácil, a demanda aumenta a cada dia e o jeito agora é recorrer a doações.

“Atualmente estou em busca de doações para cinco lares temporários, são mais de 100 cães e 150 gatos. Em uma residência, às vezes, no dia, são mais de 25 quilos de ração, dura no máximo uma semana, isso fazendo uma alimentação balanceada, pois também não adianta pegar para tratar de qualquer jeito”, reforça.

Ele conta que ontem (14) recebeu uma doação de 250 quilos, mas que hoje já não tem mais. O protetor afirma que faz questão de registrar e prestar contas a quem doa como forma de dar credibilidade ao trabalho. “Quem não tiver como trazer, pode me acionar, eu vou até a pessoa, busco, tiro foto, para mostrar que não estou usando de má fé”.

Apesar das parcerias com duas clínicas, as doações não têm sido suficiente. Quem puder ajudar pode ligar no número:  (67) 99250-9355, ou se preferir fazer um depósito na conta do banco Itaú, agência: 8109, conta corrente: 31473-5.

Leia Também

Chuvas retornam na quarta e fim de semana pode ter novos temporais em MS
Cidades
Chuvas retornam na quarta e fim de semana pode ter novos temporais em MS
Lendas Pantaneiras: Escola e Cinema
Informe Publicitário
Lendas Pantaneiras: Escola e Cinema
Obrigado a limpar o chão, vendedor sofre novos ataques no Carrefour: 'Pedro da Limpeza'
Campo Grande
Obrigado a limpar o chão, vendedor sofre novos ataques no Carrefour: 'Pedro da Limpeza'
Morto na fronteira era advogado e ex-funcionário de prefeitura
Interior
Morto na fronteira era advogado e ex-funcionário de prefeitura