Menu
sexta, 18 de setembro de 2020
Cidade Morena

Faltando uma semana para o fim, campanha atinge 65% de cobertura vacinal

Foram vacinadas 151 mil pessoas entre os dias 10 de abril e 22 de maio e a meta é vacinar 90% do público alvo

24 maio 2019 - 13h00Por PMCG
Faltando uma semana para o fim, campanha atinge 65% de cobertura vacinal

A Campanha de Vacinação Contra a Influenza, que termina no próximo dia 31 de maio, atingiu 65,87% de cobertura, segundo o Boletim divulgado nesta sexta-feira (24) pela Superintendência de Vigilância em Saúde. Neste fim de semana (sábado, 25, e domingo, 26) quatro Centros Regionais de Saúde (CRS) continuam com a vacinação das 6h15 às 17h45.

Foram vacinadas 151 mil pessoas entre os dias 10 de abril e 22 de maio e a meta é vacinar 90% do público alvo estimado em pouco mais de 229 mil pessoas.

A maior procura é por parte dos idosos. Neste grupo 83,51% da meta já foi atingida. Dos 80.080 aptos a tomar a vacina, 66.875 receberam as doses. Na sequência os professores somam 6.334 vacinados, sendo 67,04 %. As puérperas (mulheres até 45 dias após o parto) na sequência com 66,43%, sendo 1.124 imunizadas, e as crianças de 6 meses a menores de 6 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias) com 65,52% de cobertura, sendo 42.963 imunizadas.

A menor cobertura está entre os policiais civis, militares, bombeiros, membros ativos das Forças Armadas com 16,58% do público estimado em 10.510.

As 68 unidades básicas de saúde e de saúde da família (UBS/UBSF) funcionam de segunda a sexta-feira e as salas de vacinação ficam abertas de acordo com o horário estabelecido para cada local. O indivíduo que se enquadra nos critérios para receber a dose, deve procurar a unidade mais próxima da residência para orientação e aplicação da vacina.

Fim de semana
No sábado (25) e domingo (26) os quatro Centros Regionais de Saúde (CRS) Nova Bahia, Aero Rancho, Tiradentes e Coophavilla prosseguem com a vacinação do grupo de risco determinado pelo Ministério da Saúde. A orientação é que, preferencialmente, o indivíduo procure a UBS/UBSF mais próxima da residência durante a semana, mas se não houver disponibilidade, as salas abertas aos fins de semana é uma oportunidade das pessoas se imunizarem.

Grupo de risco
Podem receber a dose da vacina idosos com 60 anos ou mais de idade; as puérperas (mulheres até 45 dias após o parto); os trabalhadores de saúde; os povos indígenas; os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; e, os professores de escolas públicas e particulares; as crianças de 6 meses a menores de 6 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias); as gestantes; e, os policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas. Os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e a população privada de liberdade, bom como os funcionários do sistema prisional serão imunizados em esquema programado pela Sesau.

Para receber a dose, todos os públicos do grupo prioritário devem apresentar o Cartão Nacional de Saúde (CNS) e/ou número prontuário da rede de saúde de Campo Grande (Hygia); documento pessoal de identificação; e, a caderneta de vacinação (caso tenha).

Além dos documentos exigidos para todos, os profissionais de saúde devem apresentar a carteira de conselho ou holerite; as gestantes e puérperas: cartão da gestante, laudo médico ou exames com identificação; os indígenas: cadastro na SESAI; e os os policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas: documentos comprobatórios que informe a condição de policial civil ou militar. O controle mais rigoroso para imunizar as pessoas do grupo de risco é para atender as recomendações do Ministério da Saúde, que não irá disponibilizar doses extras.

Site
Para facilitar o acesso às informações da Campanha, a Sesau disponibiliza um site específico disponível em www.campogrande.ms.gov.br/sesau e clicar em “Camp.Gripe” na barra de menus. Neste endereço, estão todas as informações sobre quem deve se vacinar, locais de vacinação e documentos que devem ser apresentados.

A doença
A gripe é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza que é transmitida através do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar e também por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com a boca, olhos e nariz. A gripe provoca febre, dores no corpo e mal estar. Quem perceber esses sintomas deve procurar um posto de saúde.

Prevenção
Cuidados simples ajudam na prevenção contra a Gripe:

  • Lave as mãos com água e sabão e use álcool gel 70% regularmente, especialmente depois de tocar o nariz e a boca ou superfícies que possam estar contaminadas;
  • Proteja o nariz e a boca. Cubra-os enquanto espirra ou tosse e use lenços descartáveis.
  • Evite tocar a boca e o nariz.
  • Melhore a circulação de ar abrindo as janelas.
  • Evite ficar por muito tempo em locais com grande aglomeração de pessoas.
  • Mantenha hábitos saudáveis: coma e durma bem, além de fazer exercícios físicos regulares.

Leia Também

Durante voo em MT, avião com Bolsonaro arremete por conta da fumaça
Geral
Durante voo em MT, avião com Bolsonaro arremete por conta da fumaça
Jovem é picado 8 vezes pela mesma cobra em um mês
Geral
Jovem é picado 8 vezes pela mesma cobra em um mês
Pitbull albina escapa no Parque do Sol e dona faz apelo para encontrá-la
Cidade Morena
Pitbull albina escapa no Parque do Sol e dona faz apelo para encontrá-la
Futebol com 'cabeça' de Bolsonaro choca deputados de MS: 'ato criminoso'
Política
Futebol com 'cabeça' de Bolsonaro choca deputados de MS: 'ato criminoso'