Menu
sábado, 19 de setembro de 2020
Cidade Morena

MAIS SEGURO: Santa Casa investe em câmeras de segurança com monitoramento em tempo real

Hospital aceitou proposta da CDL e agora faz parte do programa “Cidadão Integrado”, em parceria com a PM e comércio

03 abril 2019 - 16h48Por Nathalia Pelzl

Por mês, são registradas cerca de 74 ocorrências de furto nas proximidades da Santa Casa de Campo Grande. Focado em diminuir o índice de criminalidade, o presidente da unidade, Esacheu Nascimento, aceitou a proposta da CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas) e aderiu ao programa “Cidadão Integrado”, na tarde desta quarta-feira (3).

A parceria envolve, além dos dois órgãos, a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) e o 1° Batalhão da Polícia Militar, responsável pelo policiamento na área central de Campo Grande.

Ao todo, serão 87 postes de iluminação com lâmpadas de led e 24 câmeras de 4 megapixel instaladas para acompanhar possíveis ações de criminosos. Com os equipamentos será possível fazer o reconhecimento facial dos criminosos.

Além disto, equipamentos colocados nas viaturas vão permitir à polícia acompanhar qualquer movimentação suspeita em tempo real

Os investimentos estão sendo feitos com recursos próprios do hospital, adquiridos através do telemarketing da Santa Casa.  As câmeras irão fazer o monitoramento de toda a quadra e o prazo para o pleno funcionamento é de 15 dias.

Como faz parte do programa “Cidadão Integrado”, o monitoramento não é exclusivo da Polícia Militar, Civil e Santa Casa. O cidadão que tiver interesse em fazer adesão, pode procurar a CDL. 

“Agradecemos a confiança da Santa Casa em aderir o programa.  As pessoas podem acompanhar em tablets, via celular, quem tiver interesse em aderir é só procurar a CDL”, pontuou Adelaido Vila.

Esacheu reforçou que, por dia, cerca de 7 mil pessoas transitam pelas vias próximas ao hospital. Ele destacou que agora, com a academia ao ar livre funcionando desde às 5h da manhã, também é preciso redobrar a segurança do local.

“É importante que tenha segurança, evitar aborrecimento de quem passa pelo local, as câmeras vão espantar a criminalidade”.

O secretário adjunto da Sejusp, Ary Carlos Barbosa, fez coro ao pensamento de Nascimento. Para ele, essas parcerias são importantes e as câmeras de videomonitoramento inibem a ação dos marginais.

“As pessoas cometem crime porque acham que ninguém está vendo. As câmeras vão inibir os criminosos. Acho interessante a visão que a Santa Casa teve. E a Sejusp está à disposição. Essas imagens vão ajudar a esclarecer um monte de crime. Quanto mais gente vendo, melhor”, destacou.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Waldir Ribeiro da Costa, destacou que as ações de integração da população e da Santa Casa para combater o crime na região ajudam bastante o trabalho da polícia. “Segurança pública é um dever do estado, direito e reponsabilidade de todos”, finalizou.

Programa “Cidadão Integrado”

Através de aplicativo, forças de segurança tem acesso às imagens das câmeras instaladas no comércio da cidade para monitoramento em tempo real, por meio de um smartphone ou tablete. O projeto já conta com 61 câmeras instaladas na área central e diversos pontos da cidade. 

Com a parceria com a Santa Casa, serão 85 câmeras. O aplicativo tem um custo acessível apenas para manutenção dos equipamentos.

Leia Também

Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Polícia
Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Chuva pode dar as caras já neste sábado e no domingo em Campo Grande
Cidade Morena
Chuva pode dar as caras já neste sábado e no domingo em Campo Grande
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Geral
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar
Entrevistas
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar