Menu
segunda, 17 de maio de 2021
MS CRESCE PELA VIDA 14 a 18/05/2021
Cidade Morena

Prepare o bolso! Paciente reclama de demora e preço de laudos médicos na Santa Casa

Hospital justifica burocracia e diz que há excessivo volume de emissão de prontuários

23 fevereiro 2019 - 11h30Por Amanda Amaral

Cópias de laudos que demoram mais de 30 dias para ser entregues e que têm o valor aumentado conforme número de páginas. Essa é a reclamação de um paciente da Santa Casa de Campo Grande, que afirma ter demorado mais de um mês para ter acesso ao documento.

O paciente, que não quis ser identificado pela reportagem, reclama dos preços a serem pagos pelo direito de ter acesso ao documento. Os preços cobrados por folha deixam caro laudos extensos, alegam os atendidos pelo hospital.

Conforme a assessoria de imprensa do hospital, o prazo de entrega de prontuários não costuma ultrapassar os 30 dias. O prazo solicitado seria pelo fato dos prontuários chegarem em alguns casos, a 500 páginas, além da quantidade de prontuários ser ‘vultuosa’.

Só no Same (Serviço de Arquivo Médico e Estatística) são abrigados em arquivos cerca de 1,3 milhão de prontuários cadastrados e mais de 4 milhões de atendimentos registrados. Quanto a variação de preço, a administração da Santa Casa informa que é uma prática para custear as impressões e que de fato depende da quantidade de folhas utilizadas.

A ficha de urgência tem o custo de R$ 5 até 25 folhas e documento de internação tem custo de R$ 10 até 50 folhas. Passado esse limite de folhas, é cobrado 20 centavos por cada uma a mais.