Menu
terça, 15 de junho de 2021
Cidades

Campo Grande e 41 cidades fecham cerco contra a covid, mas Dourados alivia

Governo do Estado também impôs lei seca por 15 dias

10 junho 2021 - 19h00Por Thiago de Souza

Campo Grande e outras 41 cidades vão adotar um isolamento social mais severo, já que foram classificadas como ‘’Bandeira Cinza’’, o grau máximo de risco para a covid-19. No entanto, o prefeito de Dourados promete flexibilizar as medidas. 

A decisão do prefeito Alan Guedes (Progressistas) foi anunciada nesta quinta-feira (10). A cidade passou os últimos dias em lockdown, que termina no próximo sábado e não será renovado. 

Segundo o Dourados News, Guedes disse pelo Instagram que a segunda maior cidade do Estado havia sido classificada em Bandeira Vermelha na prévia do Prosseguir, mas que o critério foi revisto e o município voltou para a Bandeira Cinza. 

“Nós vamos buscar dentro das questões jurídicas que o próprio decreto do Estado nos permite, flexibilizar o máximo possível para que nossos setores de serviço, o empresariado e industrias que não são do ramo alimentício possam voltar a trabalhar e mover a economia da cidade”, publicou. 

Nas últimas 24 horas, Dourados registrou 127 novos casos e quatro mortes. No total, a cidade tem 34.143 infectados e 2.981

Dourados confirmou nesta quinta-feira (10/6) mais 127 novos casos da doença e 04 óbitos em decorrência da Covid-19. Desde o início da pandemia já foram 34.143 infectados e, até o momento, a cidade segue com 2.981 casos ativos e 556 mortes. 

Restrições

Já o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, PSD, afirmou que a cidade vai adotar as restrições previstas na Bandeira Cinza. 

A prefeitura da Capital já divulgou a lista dos serviços considerados essenciais e que poderão funcionar do dia 11 a 24 de junho. 

Entre os destaques negativos, está o fechamento do comércio do centro, às vésperas do Dia dos Namorados. No entanto, as lojas poderão atender pela internet e entregar por delivery.