(67) 99826-0686
ALMS 13/06 a 12/07

Chuva forte no Rio de Janeiro causa mortes e municípios decretam estado de emergência

Até o momento as áreas mais atingidas foram na Zona Sul e o entorno do Maciço da Tijuca, que abrange bairros das zonas Norte e Oeste

9 ABR 2019
Da redação/Meia Hora
07h47min
Foto: Reprodução/Meia Hora

Pelo menos três pessoas morreram no temporal que caiu no Rio entre a noite de segunda e a madrugada desta terça-feira. Dentre as mortes, duas aconteceram em um deslizamento de terra no Morro da Babilônia, no Leme, na Zona Sul, envolvendo as irmãs Doralice e Gerlaine do Nascimento, de 55 e 53 anos, respectivamente, que eram vizinhas. Uma terceira pessoa, um homem, está desaparecida na região.

A terceira morte aconteceu na Gávea, também na Zona Sul. O corpo de Guilherme N. Fontes, 30, foi encontrado debaixo de um carro. Ele teria sido arrastado pela Avenida Marquês de São Vicente, uma das principais vias do bairro, depois de cair de uma moto.

Estágio de crise

A chuva que atingiu o Rio começou a cair no início da noite de segunda. Logo depois, às 18h35, a cidade entrou em estágio de atenção e às 20h55 em estágio de crise, o terceiro em uma escala de três níveis.

De acordo com o sistema Alerta Rio, as áreas mais atingidas ficam na Zona Sul e no entorno do Maciço da Tijuca, que abrange bairros das zonas Norte e Oeste.

Veja o acumulado das chuvas nas últimas 24h

  • Alto da Boa Vista: 262,6 mm
  • Barra/Barrinha: 254 mm
  • Rocinha: 238,8 mm
  • Jardim Botânico: 238 mm
  • Copacabana: 233,6 mm
  • Cidade de Deus: 215,6 mm
  • Riocentro: 232,2 mm
  • Vidigal: 209,2 mm

Veja também