Menu
quinta, 24 de setembro de 2020
Cidades

Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher: especialista dá dicas sobre o autocuidado

Hábitos saudáveis e visitas preventivas ao médico contribuem para o bem-estar da mulher

28 maio 2019 - 19h00Por Nathalia Pelzl

Mulheres estão cada vez mais presentes em diversos setores da sociedade, com jornada dupla e até mesmo tripla, é ainda mais importante prestar atenção à saúde nas diferentes fases da vida.

Segundo o último censo do IBGE, nós mulheres representamos cerca de 51 % da população brasileira. Hoje, dia 28 de Maior, é o ‘Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher’, com foco em ressaltar a importância do autocuidado.

A médica ginecologista e obstetra Hanimme Nogueira, reforça que os hábitos saudáveis e visitas preventivas ao médico contribuem para o bem-estar da mulher, além do cuidado com a saúde mental.

Ela explica que já existem estudos para detectar fatores que causam a propagação de doenças, como o câncer de mama. Essa patologia é a mais comum entre as mulheres no mundo, sendo que no Brasil, 29% já sofreram com a doença.

“No Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama estão cada vez mais elevadas, mesmo com o aumento da tecnologia e métodos de detecção precoce e prevenção. Especialmente, porque em muitos casos, as pacientes são diagnosticadas já em estado avançado. Então, quando esse câncer é diagnosticado e tratado facilmente, ele tem um excelente prognóstico, uma resposta terapêutica muito boa”.

A especialista reforça a importância da visita ao médico e também do autoexame, destacando que a paciente deve estar atenta ao nódulo mamário, além das alterações na pele.

Outro ponto observado pro Hanimme é a questão das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), segundo a ginecologista, as mais comuns são a clamídia, a sífilis, gonorreia e o vírus HPV.

“Atualmente, temos a mídia que apresenta mais informações sobre essas doenças, mas mesmo assim, a incidência tem aumentado. Por conta disso, alguns cuidados devem ser tomados para evitar a transmissão, como o uso de preservativos durante a atividade sexual, sendo o principal método de prevenção, tanto para os homens quanto para as mulheres”.

As meninas também devem cuidar da saúde desde cedo, fazendo acompanhamento com ginecologista desde a primeira menstruação.

“Para alguns, imagina-se que ao levar a filha ao ginecologista, está abrindo as portas para a iniciação da atividade sexual. Mas na verdade, está abrindo as portas para a orientação, o esclarecimento e a segurança em um médico que vai te oferecer informações para fazer as melhores escolhas”.

A especialista finaliza destacando a importância do amor próprio e do autocuidado.  “A partir do momento que temos amor próprio, saímos em busca de medidas que propiciem uma vida longa e com saúde. No caso de toda a população, tempo é vida e temos que usar ele a nosso favor”.

Leia Também

Obstetra envolvida em morte de Sheyza dá caminhão como fiança e fica solta
Interior
Obstetra envolvida em morte de Sheyza dá caminhão como fiança e fica solta
Baleado na mão e no tórax, vítima do falso frete segue estável em UPA
Cidade Morena
Baleado na mão e no tórax, vítima do falso frete segue estável em UPA
Usuário de drogas é morto com tiro no pescoço no Itamaracá
Polícia
Usuário de drogas é morto com tiro no pescoço no Itamaracá
Grávida é presa por levar maconha dentro de cebola para detento em Corumbá
Interior
Grávida é presa por levar maconha dentro de cebola para detento em Corumbá