Menu
Busca segunda, 27 de janeiro de 2020
Cidades

Marquinhos aciona senadores e deputados para Campo Grande receber mais verba federal

Campo Grande não está na lista de prioridades do Governo Federal para 2020

10 julho 2019 - 11h06Por Maressa Mendonça e Dany Nascimento

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) ainda não conseguiu reverter a exclusão de Campo Grande da lista de prioridades da LDO 2020 e disse que vai acionar senadores e deputados  para saber o porquê desta situação, que representa perda de recursos federais. 

“Tenho dito: estamos enfrentando escassez de recursos tanto da União quanto do Estado. Campo Grande tem sobrevivido na graça e na benção de Deus”, declarou o prefeito. Ele disse não entender o motivo de um município com quase 1 milhão de habitantes ficar de fora da lista para receber recursos federais.

“Os recursos que o Governo Federal possui, que engordam os cofres, saem do povo campo-grandense. Estão pegando nossos recursos e distribuindo para São Paulo, Salvador”, lamentou. 

No início da semana ele já havia reclamado da falta de repasses para a cidade, alegando se tratar de uma questão política. Na ocasião, ele citou a  perda de R$ 48 milhões no orçamento municipal, em relação ao ICMS do Estado, e disse que a tendência agora é não ser ajudado pelas proximidades das eleições. 

Uma reunião da bancada federal realizada no dia 26 de junho excluiu Campo Grande das prioridades de investimentos para o ano que vem, por meio das metas da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias). Isso, na prática, significa que a cidade vai receber bem menos dinheiro do Governo Federal se o quadro não for revertido.