Menu
Busca quinta, 23 de janeiro de 2020
Cidades

Família alega que mesmo doente, idosa que aguardava transferência em UPA recebeu alta

Sesau afirma que idosa foi liberada porque estava em condições clínicas de receber tratamento em casa

07 setembro 2019 - 14h50Por Nathalia Pelzl

A idosa de 96 anos, que estava internada no UPA Leblon, em Campo Grande, e aguardava transferência para um hospital, teve alta por falta de vaga na manhã de hoje (7), segundo a família.

Um familiar,  prefere não se identificar,  afirmou que eles não tem condições de pagar o tratamento da idosa.

“Realmente a gente não tem como pagar um hematologista e ela precisa desse atendimento. Hoje foi e liberaram ela, afirmaram que fizeram uma chamada da vaga no sistema, mas nenhum hospital aceitou e que iria liberar ela devido a isso, mas que deveríamos procurar o hematologista particular e deram amoxicilina para ela tomar”, afirma.

A idosa foi levada a unidade de saúde na quarta-feira (4), por volta das 7h. Entramos em contato com a assessoria da Prefeitura de Campo Grande, porém não houve retorno até o momento.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) que está averiguando o caso. 

 

*Matéria atualizada às 16h23 para correção de informações