(67) 99826-0686
PMCG - SLOGAN 17/06 A 30/06

Na Capital, escola da reme inaugura primeira cidade permanente do trânsito

Prefeito falou sobre os reflexos que a iniciativa da equipe da escola terá na educação dos futuros motoristas

18 MAI 2019
Da redação / PMCG
13h10min

Aprender sobre as regras de trânsito vai ficar mais divertido à partir deste sábado (18) para os alunos da escola municipal Alcídio Pimentel, localizada na Vila Carvalho, com a inauguração de uma mini cidade, a primeira da Rede Municipal de Ensino (Reme) que ficará fixa em uma unidade escolar.

O prefeito Marquinhos Trad participou da inauguração e falou sobre os reflexos que a iniciativa da equipe da escola terá na educação dos futuros motoristas. “Não adianta gastar com folhetos e papéis porque os adultos já têm consciência de suas responsabilidades no trânsito, temos que educar as crianças para que elas não se tornem adultos infratores. Essa mini cidade não é apenas mais um espaço de lazer, ela vai ajudar a salvar muitas vidas no futuro, quando essas crianças sem tornarem condutores”, disse.

Para a secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, o espaço vai contribuir com a dinâmica das aulas. “Ficou muito bem elaborado, cada detalhe foi pensado pela equipe da escola, que se empenhou muito na realização do projeto”, afirmou.

Batizada de Alcidinópolis e elaborada com a ajuda de um engenheiro de trânsito da prefeitura, a mini cidade foi construída nos fundos da unidade e conta com casas feitas em drywall, material produzido a partir do gesso e revestido de cartão duplex e resistente à chuva. O projeto conta com ruas sinalizadas e até um pequeno comércio, com lanchonete, livraria,  doceria, posto policial e até uma pracinha e foi pensado para oferecer às crianças, diversas vivências.

“A ideia era criar um ambiente multidisciplinar que integre aulas sobre trânsito e até aprendizado na língua inglesa,  por isso os nomes dos vários tipos de comércio e placas estão em inglês e português. Esta é uma oportunidade de introduzimos o aprendizado em outra língua”, explicou a diretora Luciana Cristina Lopes Dantas.

Dessa forma, a cidade não será somente para trabalhar a educação no trânsito, mas também está preparada para trabalhar diferentes competências que as crianças precisam adquirir nesta etapa do ensino. Os alunos poderão vivenciar de forma lúdica as diversas áreas, como Matemática, Meio Ambiente, Língua Portuguesa e Ciências.

A coordenadora Eva Adriana Barbosa, que já foi premiada em diversas ocasiões por ter idealizado projetos na área de educação para o trânsito, ressaltou a importância de investir em atividades que conscientizem os alunos desde os primeiros anos. “É um sonho que se realizou. Foi um projeto que começou pequeno e se transformou em uma grande ideia e que irá mostrar às crianças o tipo de pessoas que queremos ser no trânsito”, pontuou.

Passeio ciclístico

Após a inauguração da mini cidade, pais, professores e alunos participaram de um passeio ciclístico nas imediações da escola, que contou com a presença de equipes da Agetran. Para as famílias presentes, a iniciativa de unir os pais em um evento de culminância do Maio Amarelo foi importante, pois oportunizou a comunidade escolar ficar mais próxima dos conteúdos ensinados durante o mês de conscientização sobre o trânsito.

A bombeira militar Rosimeire Nunes, que tem três filhos na escola, acredita que as crianças ficarão mais incentivados a aprender sobre o tem. ‘Meus filhos falaram a semana toda sobre essa cidade e essa iniciativa vai reforçar tudo o que aprenderam”, destacou.

Já o auxiliar de açougue Ricardo Henrique Camargo Souza gostou de participar do passeio junto com o filho. ‘Sempre estive presente nos eventos da escola porque promove a união da família e esse ainda ajuda a conscientizar sobre como deve ser nossa conduta no trânsito. Os filhos sempre corrigem a gente quando veem que fizemos algo errado”, ressaltou.

Veja também