Menu
terça, 22 de setembro de 2020
Cidades

Na gaveta: projetos de deputados novatos sobre segurança em escolas de MS são arquivados

Propostas sugeriam videomonitoramento e presença de militares nas escolas públicas estaduais

03 abril 2019 - 17h35Por Amanda Amaral

Foram arquivados dois dos projetos de Lei propostos na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul a respeito da segurança nas escolas públicas estaduais. Os textos são de autoria dos estreantes deputados João Henrique Catan (PR) e Capitão Contar (PSL) e foram parar ‘na gaveta’ em apreciação desta quarta-feira (3).

Um deles, de autoria de Catan, dispõe sobre sobre a obrigatoriedade da instalação de sistema de segurança baseado em monitoramento por meio de câmeras de vídeo nas escolas. O texto recebeu parecer contrário de José Carlos Barbosa, o Barbosinha (DEM), que alegou vício de constitucionalidade e impacto financeiro.

As câmeras seriam instaladas em áreas de circulação internas e externas, menos espaços como banheiros, vestuários e salas de aula, com cartazes informando o registro das imagens. A prioridade na instalação seria em escolas localizadas nas áreas de maior índice de violência.

João Henrique defendeu seu projeto explicando que o impacto financeiro seria mensurado pelo Poder Público por ser executado no exercício financeiro do ano subsequente, apresentando indicativos de que a aprovação não implicaria em problemas constitucionais. Contudo, o projeto foi derrubado por cinco parlamentares da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

Já o deputado Contar defendia a presença de autoridades militares nas escolas, policiais e bombeiros, em uma gestão compartilhada pela segurança. A medida recebeu parecer contrário do relator Gerson Claro (PP), alegando vício de iniciativa, que foi acompanhado por unanimidade dos membros da CCJR e por isso arquivado.

O ‘pacotão’ de projetos foi apresentado após o massacre em uma escola de Suzano, no interior paulista, em março. As propostas visavam uma série de medidas para evitar atos violentos no ambiente escolar e, entre elas, havia até aulas obrigatórias de artes marciais. Leia aqui.

Leia Também

Jovem finca agulha de narguilé e mata namorado após discussão por pastel
Geral
Jovem finca agulha de narguilé e mata namorado após discussão por pastel
Apesar de fracas, chuvas continuam na terça e deixam clima fresquinho em Campo Grande
Cidades
Apesar de fracas, chuvas continuam na terça e deixam clima fresquinho em Campo Grande
Trio morre ao trocar tiros com policiais do DOF após assalto em Naviraí
Interior
Trio morre ao trocar tiros com policiais do DOF após assalto em Naviraí
Brasil tem 377 mortes por covid em 24 horas e total chega a 137 mil
Geral
Brasil tem 377 mortes por covid em 24 horas e total chega a 137 mil