Menu
sábado, 19 de setembro de 2020
Cidades

STF mantém afastamento de desembargadora que usou cargo para soltar filho traficante

Julgamento na Corte Suprema terminou com o voto de mais um ministro e ficou em 4x1

28 maio 2019 - 16h45Por Thiago de Souza

A desembargadora Tânia Garcia Freitas Borges, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, vai continuar afastada do cargo. A decisão é do Supremo Tribunal Federal, proferida na tarde desta terça-feira (28).

Ministros da 1ª Turma da Corte finalizaram hoje o julgamento do recurso de Tânia. Ela foi afastada do tribunal em razão de acusações que teria usado um carro oficial e coagido servidores públicos para buscar o filho que, em 2017, estava preso por tráfico de drogas e munições, em Três Lagoas.

Julgamento

Conforme o site Migalhas, julgamento do agravo em MS impetrado pela defesa de Tânia para anular o afastamento determinado pelo CNJ começou a ser julgado em dezembro de 2018, quando o ministro Alexandre de Moraes pediu vista com o placar em 3x1 contra o pedido da magistrada.

Na sessão desta terça-feira, 28, ele acompanhou a maioria já formada pelo desprovimento do recurso. Moraes afirmou não ter verificado qualquer ilegalidade na atuação do CNJ.

O relator, o ministro Luiz Fux pontuou que o pedido formulado na ação é incompatível com rito especial do mandado de segurança, especialmente por não estar demonstrado, por meio de prova inequívoca, ilegalidade ou abuso de poder praticado pela autoridade impetrada que demonstre violação a direito líquido e certo.

Ele afirmou que a magistrada deixou confundir cargo com a função de mãe. “Essa mãe coincidentemente era desembargadora e ela deixou confundir o cargo com o desespero da mãe. E ela extrapolou. Sob o ângulo institucional, ela se deixou levar pelo instinto materno.”

Para Fux, a decisão do CNJ “quis evitar foi que houvesse perseverança da influência”. “O quadro narrado realmente é de desespero de uma mãe, conquanto desembargadora, que acabou se valendo desses funcionários todos para esse fim.”

 

Leia Também

Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Polícia
Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Chuva pode dar as caras já neste sábado e no domingo em Campo Grande
Cidade Morena
Chuva pode dar as caras já neste sábado e no domingo em Campo Grande
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Geral
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar
Entrevistas
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar