(67) 99826-0686
ALMS 13/06 a 12/07

Aldeias urbanas da Capital promovem exposição Cerâmica Terena

Artesanato

19 OUT 2013
Da redação
17h45min
Foto: Divulgação

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul abre na terça-feira (22), às 17h, na Casa do Artesão de Campo Grande a exposição temporária “Cerâmica Terena”, que apresenta a arte produzida por núcleos nas aldeias urbanas de Campo Grande Tarsila do Amaral e Marçal de Souza incentivados pelo projeto Artesania.

 

Ministradas pela artesã Elida Fátima, os cursos que culminaram com a exposição capacitaram 60 artesãos indígenas das localidades na criação de peças que usam argila como matéria-prima respeitando as características da cerâmica terena, patrimônio cultural do Estado.

 

Além de incentivar a criação de núcleos artesanais nas aldeias, os cursos tinham como objetivo resgatar os ofícios tradicionais, transformando-os em possibilidade de geração de trabalho e renda nas comunidades nas diversas áreas necessárias à produção de peças artesanais.

 

Incentivo
Com a segunda maior população indígena do Brasil, de mais de 70 mil cidadãos, Mato Grosso do Sul abriga as etnias Atikum, Terena, Nadeva, Kaiowá, Kadiwéu, Kinikinawa, Guató, Ofaié e Kamba. Cada uma delas resguarda grande parte de seu sistema de significados e valores, produzindo artesanato de espírito coletivo e enriquecendo nossa cultura.

 

A Fundação de Cultura, em parceria com as comunidades indígenas, prefeituras e assentamentos rurais, realiza desde 2007 o projeto Artesania, que visa ao fortalecimento do artesanato produzido em Mato Grosso do Sul. O projeto prevê investimentos na capacitação de artesãos e no incentivo à criação de núcleos artesanais, gerando emprego e renda para milhares de famílias e difundindo no Brasil e internacionalmente os produtos artesanais sul-mato-grossenses.


Serviço
A mostra pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h e aos sábados, das 8h às 12h.

Veja também