tce
Menu
Busca sábado, 28 de março de 2020
Coronavirus
Cultura

No Dia da Mulher, dama do rasqueado faz jus à data especial e canta e encanta na 14 de Julho

O evento será realizado entre as avenidas Mato Grosso e Afonso Pena

04 março 2020 - 14h15Por Willian Leite

A Rua 14 de julho será palco de mais uma movimentação cultural nó próximo domingo(8). No Dia Internacional da Mulher, dois grandes nomes da música vão se apresentar em mais uma edição do Reviva Cultura.

Com objetivo de resgatar os tempos em que a Capital tinha ares de interior e a principal via comercial era tomada por ações de cultura a dama do Rasqueado, a cantora Delinha irá subir ao palco e, junto ao Grupo Acaba, animará a festa que homenageia mulheres campo-grandenses.

Segundo a prefeitura, o evento será realizado entre as avenidas Mato Grosso e Afonso Pena a partir das 17h de domingo dia 8 de março. Realizado pela prefeitura em parceria com a Sectur, o projeto ocupa a rua com música, Feira de pets e gastronomia.

“É uma grande honra receber estes grandes nomes da música do nosso Estado em um dia tão especial, quando se comemora o Dia Internacional da Mulher. Com o Reviva Cultura, a Rua 14 de Julho e o Centro de Campo Grande estão ganhando vida novamente”, declarou o prefeito Marquinhos Trad.

Mais de 15 food trucks, estarão disponíveis para quem participar e a expectativa da secretária de Cutultura da Capital é de que 8 mil pessoas passem pelo local.  “Nossa intenção é proporcionar variedade a esse evento, que vem encantando a nossa cidade, com passagem de pelo menos 8 mil pessoas por dia de festa”, pontua Melissa Tamaciro.

Porta da voz do Grupo Acaba que já conhecem bem a capital diz que é sempre um prazer cantar e tocar para os campo-grandenses.  “A Rua 14 de Julho permeia a história social e política de Campo Grande e Mato Grosso do Sul. Então, para nós, é uma grande honra poder participar do Reviva Cultura, com canções especiais para as mulheres”, discorre.

Moacir ressalta que o Grupo Acaba conta com 54 anos de história e praticamente nasceu em Campo Grande, dos movimentos estudantis no ano de 1968, com a proposta de levantar a Cultura regional. “Temos um papel relevante no registro do nosso folclore, associado com a história da cidade”, acrescentou.

A dama do rasqueado, Delinha,  também agradeceu a oportunidade de apresentar-se num dia tão especial para ela e para todas as mulheres da Capital: o Dia Internacional da Mulher. “Farei uma verdadeira homenagem às mulheres. Estou muito feliz e muito privilegiada em poder cantar mais uma vez na Rua 14 de Julho. Na primeira oportunidade, toquei num dia muito especial para Campo Grande, na reinauguração da via, e agora terei a grata alegria de fazer um som tradicional para as mulheres”, finaliza.

Serviço – O Reviva Cultura começa às 17h na rua 14 de Julho, entre a Avenida Afonso Pena e a Mato Grosso.

Leia Também

Segundo sorteio do Programa Nota Premiada acontece neste sábado
Economia
Segundo sorteio do Programa Nota Premiada acontece neste sábado
Prefeito morre de coronavírus no Piauí
Saúde
Prefeito morre de coronavírus no Piauí
Bares e restaurantes podem fechar mais de 1,8 mil postos de trabalho em Dourados
Economia
Bares e restaurantes podem fechar mais de 1,8 mil postos de trabalho em Dourados
Justiça federal proíbe governo de veicular campanha contra isolamento social
Saúde
Justiça federal proíbe governo de veicular campanha contra isolamento social