Menu
Busca sábado, 16 de novembro de 2019
Economia

Busão mais barato: Governo reduz imposto e intermunicipal tem que baixar de preço

Projeto concede redução da base de cálculo da carga tributária no transporte intermunicipal de passageiros

31 outubro 2019 - 07h47Por Vinícius Squinelo

Proposta do governador Reinaldo Azambuja, que será enviada nesta quinta-feira (31) à Assembleia Legislativa, prevê a redução de impostos para o transporte intermunicipal. Ou seja, na prática, caso aprovado, o projeto baixa o preço das passagens de ônibus entre as cidades de Mato Grosso do Sul.

O projeto concede redução da base de cálculo da carga tributária no transporte intermunicipal de passageiros. 

Conforme projeto de Lei enviado para apreciação dos deputados, a medida visa cortar a incidência dos atuais 17% de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviço (ICMS) para uma alíquota de apenas 7%. O benefício é fruto do convênio ICMS 100/17, autorizado pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

O Secretário de Fazenda, Felipe Mattos, explica que antes as empresas tinham benefício de credito presumido, também autorizado por meio de convênio. Contudo, para garantir a concessão de gratuidade em benefício de idosos, pessoas com deficiência e ainda melhorar a competitividade das empresas de transporte intermunicipal de passageiros, o Governo concederá o benefício reduzindo diretamente a base de cálculo do ICMS.

Além de Mato Grosso do Sul, Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Piauí e Rio Grande do Sul também estão autorizados a reduzir a base de cálculo do imposto sobre transporte intermunicipal de passageiro. A adesão foi aprovada durante reunião ordinária do Confaz, realizada em Brasília (DF) no dia 5 de julho de 2019.