Menu
quarta, 21 de outubro de 2020
Economia

Multinacionais oferecem tecnologia de ponta no cultivo de sementes

Especial Showtec

24 janeiro 2014 - 09h00Por Aline Oliveira

A 18ª edição da Showtec realizada em Maracaju entre os dias 22 e 24 de janeiro, apresentou o tema 'Inovação tecnológica nas mãos do produtor rural' e contou com a presença de 130 expositores, entre empresas, entidades. Uma das tecnologias com maior destaque foi o desenvolvimento de sementes para plantio, com qualidade aprovada mundialmente.

 

Entre as multinacionais que trouxeram as últimas novidades para a variedade soja e milho, entre outros grãos, estão as norte-americanas Monsanto e Dow AgroSciences. As empresas possuem excelência na pesquisa de sementes com alto nível de produtividade e resistência a pragas comuns na lavoura.

 

Destaque Monsanto - A Monsanto tem sede no país, há mais de 50 anos, na cidade de São José dos Campos (SP) e direcionou o foco de produção nacional para herbicidas, sementes de milho, soja, algodão, hortaliças e variedades de cana-de-açúcar. De acordo com a assessoria de imprensa, esta é a primeira vez que a multinacional participa de uma feira como a Showtec desde que iniciou as atividades no Brasil,

 

"Decidimos aproximar nosso relacionamento, com nosso cliente que é o produtor rural. Por isso escolhemos a Showtec para promover este diálogo e também apresentar uma tecnologia desenvolvida especialmente para o país que é a Intacta", destacou Suzeti Ferreira, gerente de Biotecnologia da Monsanto.

 

Segundo a bióloga, a tecnologia Intacta vem sendo desenvolvida desde 2010 e ano passado, foi aprovada também na China. A nova variedade de soja une três benefícios que são o glifosato, controle de lagartas e aumento de produtividade. "Foram realizados testes nas duas últimas safras em campos com 1,5 mil hectares e dois mil produtores rurais. O resultado comprovado foi um aumento de 6,4 sacas de soja colhida por hectare", detalhou.

 

Suzeti explica que a tecnologia vem substituir a anterior que é a RR que só possuía glifosato (herbicida para ervas daninhas). Foi apresentado no estande que a variedade Intacta deve ser plantada junto com as sementes de refúgio (variedade sem o diferencial), para controlar e equilibrar as lagartas mais resistentes. "Nossos técnicos aconselham que durante o plantio, pelo menos 20% seja de refúgio, utilizando um espaço de 800 metros de área. Com isso, o agricultor fará um investimento seguro de R$ 115,00 e terá um retorno mínimo de lucro em R$ 409,00 por hectare", acrescentou.

 

Dow AgroScience - Outra empresa que investiu na apresentação de novos produtos foi a Dow AgroScience, com sede na cidade de São Paulo. A empresa é uma das líderes do mercado mundial de agroquímicos e apresentou aos produtores, entre várias tecnologias, o 'Powercore'. A tecnologia usada para variedades de milho possui três proteínas que combatem as lagartas da plantação de milho, além de potencializar a produtividade do grão.

 

Segundo o engenheiro agrônomo e representante comercial José Oscar Nace de Souza, a empresa possui ainda um portfólio completo de produtos para milho e soja que acompanham desde o plantio até a colheita das culturas. "A Dow AgroSciences lançou o Powercore em 2012 e foram comprovados ganhos que variam de 5% a 10% nas colheitas. Temos ainda um trabalho abrangente em campos de experimentação que proporcionaram aumento na produtividade das duas últimas safras de milho", ressaltou.

 

A multinacional está presente nas maiores feiras nacionais em Estados como Paraná, Bahia, Distrito Federal, São Paulo, Mato Grosso, entre outros. Os técnicos da empresa consideram o mercado de Mato Grosso do Sul estratégico e promissor, por isso tem investido em áreas polos em todas as regiões.

 

"O mercado agropecuário do Estado vem crescendo bastante e mostrado todo o seu potencial. Diante disso trouxemos uma equipe técnica especializada para acompanhar os produtores e orientar sobre as tecnologias oferecidas, inclusive aqui na Fundação MS", esclareceu Souza.

 

Leia Também

Filha comemora aniversário com foto em tamanho real do pai, morto há um ano
Geral
Filha comemora aniversário com foto em tamanho real do pai, morto há um ano
VÍDEO: menino de 2 anos tem pescoço amarrado com coleira por tio-avô em Chapadão do Sul
Foi preso
VÍDEO: menino de 2 anos tem pescoço amarrado com coleira por tio-avô em Chapadão do Sul
No horário eleitoral noturno, candidatos falam de infraestrutura e educação infantil
Cidade Morena
No horário eleitoral noturno, candidatos falam de infraestrutura e educação infantil
Brasil tem 661 mortes por covid em 24h e total se aproxima de 155 mil
Geral
Brasil tem 661 mortes por covid em 24h e total se aproxima de 155 mil