Menu
segunda, 20 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Economia

Proposta ameaça acabar com emprego de frentistas no país

Novo modelo sugerido é de autoatendimento nos postos, como acontece nos Estados Unidos

01 setembro 2021 - 16h13Por Vinicius Costa

Emendas propostas pelo deputado federal Kim Kataguiri (DEM) podem acarretar possíveis demissões em massas de frentistas de todo o país. O modelo que pode ser inserido no Brasil é semelhante ao que acontece nos Estados Unidos, quando o consumidor é quem realiza o autoatendimento.

A proposta tramita na Câmara Federal e pode influenciar na demissão de pelo menos 500 mil trabalhadores.

O Sinpospetro-MS (Sindicato dos Empregados em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo) entende que a medida é prejudicial e que os trabalhadores não são os culpados pelo elevado preço dos combustíveis, mas sim, os impostos que são cobrados sobre os produtos como petróleo e até o etanol.

“Frentistas não oneram o preço dos combustíveis. A gasolina, por exemplo, custa em torno de R$ 2,00 na refinaria e com os tributos, estaduais principalmente, eles chegam nas bombas a valores hoje que giram, em torno de R$ 5,00 a R$ 7,00. Também consideramos um absurdo, mas o consumidor precisa pesquisar e saber que a culpa não é do trabalhador do posto e sim de um transporte caro e dos tributos”, afirma José Hélio da Silva, presidente do Sinpospetro-MS.

O Simpospetro/MS, aliado à sua federação, a Fenepospetro e outros organismos de defesa dos trabalhadores estão empenhados em promover uma luta em defesa da manutenção dos frentistas nos postos de combustíveis de todo Brasil.

Leia Também

MS está em alerta para riscos florestais e danos à saúde em razão do tempo seco
Cidades
MS está em alerta para riscos florestais e danos à saúde em razão do tempo seco
Pensando no fim de ano, comércio de Campo Grande pode contratar 6 mil temporários
Campo Grande
Pensando no fim de ano, comércio de Campo Grande pode contratar 6 mil temporários
Viciado em drogas ameaça policiais com foice no Marcos Roberto
Polícia
Viciado em drogas ameaça policiais com foice no Marcos Roberto
'Véio da Havan' cogita ser senador em 2022: 'Bolsonaro me pediu'
Geral
'Véio da Havan' cogita ser senador em 2022: 'Bolsonaro me pediu'