Menu
segunda, 19 de outubro de 2020
Entrevistas

Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar

Imagem dela com cobertorzinho do pequeno é de partir o coração

19 setembro 2020 - 18h10Por Thiago de Souza

Thayelle Reis, a Thata, chora, neste sábado (19), um ano da partida de Miguel, assassinado pelo próprio pai. A saudade é tanta, que a mãe, que mora em Aquidauana, ainda escuta o pequeno lhe chamar. 

‘’Eu ouço meu filho me chamar. Eu ouço a voz dele’’, garante a mãe, ao segurar um cobertorzinho que era do menino, que partiu aos dois anos e onze meses. 

Thata relutou em falar com a imprensa durante todo este tempo. Hoje, na data simbólica, abriu o coração e deixou as lágrimas caírem na frente de todos. O desabafo foi dado à jornalista Gisele Figueiredo, do blog Mulheres Inumeráveis.  

Na entrevista, Thayelle mostra que ainda está com o coração partido. Tanto pela perda do filho quanto pelo julgamento social. Sim, alguns acreditam na versão do ''monstro'', que atribui o assassinato a um adultério, que ela nega. Ainda que fosse, barbáries não se justificam. 

Thayelle se apegou à fé para encarar a perda e julgamentos sociais. (Foto: Gabriela Bernardes)

Há ainda nas costas da mãe, o peso de ser questionada pelo rompimento de um relacionamento que não suportava mais. Diante do sofrimento da perda e do julgamento, que deveria ser do criminoso, Thatá encontrou conforto e atirou-se nos braços da fé. 

Thayelle não desiste e vai lutar com todas as forças para que o assassino recebe a pena máxima. 

"Todos os dias eu acordo, coloco um sorriso que não é meu no rosto, e vou trabalhar. Trabalhar pra fazer justiça pelo Miguel. A mãe levou para a entrevista as coisas materiais do filho, embora marcantes, como um álbum de fotos, a cobertinha preferida do pequeno e alguns brinquedos, os preferidos dele. Ela fez duas tatuagens em homenagem ao querido. 

O crime

Evaldo Christyan Dias Zenteno matou o filho afogado e confessou o crime. Ele não aceitava o fim do relacionamento com Thayelle. 

A Polícia Civil descobriu que Evaldo premeditou o crime e, durante toda a investigação, se mostrou bastante frio quando contava os detalhes. 

Leia Também

Jovem é presa ao entrar com dinamite em presídio no Paraguai
Geral
Jovem é presa ao entrar com dinamite em presídio no Paraguai
E o anel? Mulher assiste pornô gay e descobre marido sendo 'devorado' na tela
Geral
E o anel? Mulher assiste pornô gay e descobre marido sendo 'devorado' na tela
Já ouviu falar? Maconha borrifada em papel chegou a Mato Grosso do Sul
Cidades
Já ouviu falar? Maconha borrifada em papel chegou a Mato Grosso do Sul
Após denúncia, GCM flagra dupla furtando fios de energia de casa na Ernesto Geisel
Cidade Morena
Após denúncia, GCM flagra dupla furtando fios de energia de casa na Ernesto Geisel