TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
domingo, 26 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Geral

Adélio Bispo diz que penitenciária é "lugar satânico"

Responsável por esfaquear o então candidato à presidência, Jair Bolsonaro, pediu transferência para o sistema prisional de Minas Gerais

11 janeiro 2022 - 12h15Por Antonio Bispo

Adélio Bispo de Oliveira, autor do atentado contra o então candidato à presidência, Jair Bolsonaro, em 2018, disse que a prisão é um "lugar satânico".

Conforme divulgado pelo colunista Josmar Jozino, do site UOL, e publicado pelo jornal IstoÉ, Adélio pediu através de uma carta, em agosto de 2019, transferência para o sistema prisional de Minas Gerais, preferindo, ainda, ir para uma unidade em Montes Claros.

A carta foi endereçada ao juiz-corregedor da 5ª Vara Federal de Campo Grande, Dalton Igor Kita Conrado. Atualmente, Adélio segue preso na Penitenciária Federal de Campo Grande.

Um dos motivos alegados para não querer permanecer no local, seria o seu "maçônico satanismo", dizendo que o "prédio foi construído com essa finalidade, projetado maçonicamente para adoração ao diabo".

Conforme o colunista, Adélio é visto como um herói pelos integrantes da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

Há relatos que o autor da facada em Bolsonaro teria sofrido hostilidades e agressões físicas por parte dos funcionários da penitenciária.

O preso é portador de transtorno delirante persistente, sendo considerado imputável em junho de 2019.

Como medida de segurança, ele seguirá no presídio por tempo indeterminado, ou enquanto não for verificada sua cessão de periculosidade.