Menu
quarta, 03 de março de 2021
Geral

Após roubar padre, ladrões se arrependem e o ajudam a escapar de afogamento

Ele estava em um barco em direção a uma missa quando foi assaltado

10 novembro 2020 - 14h49Por Rayani Santa Cruz

O padre Mateus Tavares dos Santos, de uma paróquia de São Sebastião da Boa Vista, na ilha de Marajó (PA), foi vítima de um assalto no fim de semana, enquanto viajava de barco para realizar uma missa. Após o crime, os ladrões voltaram ao local para ajudar o religioso, que estava se afogando.

Conforme o Metrópoles, o caso aconteceu quando dois homens, armados, invadiram a embarcação e anunciaram o assalto. De acordo com o depoimento do religioso, os criminosos levaram R$ 500, um relógio e a mochila.

Após a ação, os homens exigiram ainda que o padre retirasse o salva-vidas e pulasse na água. Em seguida os bandidos seguiram fuga em outro barco.

Durante o depoimento à polícia, o padre contou que ficou por mais de 15 minutos dentro do rio, e sem forças, começou a rezar. Pouco tempo depois, a embarcação dos bandidos retornou ao lugar e um deles questionou o religioso: “Tu é padre, mesmo?”.

Com a confirmação, os assaltantes ajudaram o religioso e o colocaram dentro do barco. Mateus foi levado até a margem do rio, onde foi socorrido por populares da comunidade da ilha Jararaca.

Em nota a Polícia Militar afirmou que policiais do 9° batalhão que atuam na região do Marajó estão em diligências na área para localizar os criminosos. A Polícia Civil investiga o caso.