Prof Rinaldo
(67) 99826-0686
Gov - Agosto Lilas 09 a 24/08

Aprovados em concurso da PM estarão nas ruas até dezembro, garante ACS

Ainda assim, MS precisa de quase o dobro do efetivo policial para suprir demanda

21 JUL 2019
Amanda Amaral
13h30min
Foto: Wesley Ortiz

O aumento do efetivo para a Polícia Militar é uma das principais metas da ACS-MS (Associação de Cabos e Soldados de Mato Grosso do Sul), diz o presidente Cabo Mário Sérgio do Couto. Segundo ele, o Governo do Estado se comprometeu em realizar as formações de 360 aprovados no concurso para a corporação estadual.

"Na última reunião, o governo esteve presente e ele se comprometeu que vai efetivar esse ano ainda. A partir de agosto vai chamar o pessoal para a formação e, em 2020, já vão estar nas ruas, com certeza", destaca o representante.

Ainda assim, Couto ressalta que o número supre o mínimo do necessário para a demanda estadual. A quantidade de novos policiais, segundo ele, pouco atinge o ideal somente para Campo Grande.

Em todo o Estado, o cenário sem déficit seria de cerca de oito mil policiais nas ruas, enquanto hoje esse número é de pouco mais de quatro mil. "A quantidade chamada agora no concurso é muito baixa comparada ao número de participantes, cerca de 20 mil pessoas. Acredito que se não for chamando mais, vai ter revolta dessas pessoas", avalia.

Material

Comparado ao problema, a falta de equipamentos e estrutura não prejudica os trabalhos no Estado, diz Couto. "Sem mais policiais na ativa, tememos o colapso, porque temos material bélico, mas não efetivo. É claro que pode melhorar, mas não é o principal problema", afirma.

Questionado sobre a recente denúncia de falta de viaturas da corporação, especificamente do Batalhão de Choque da PM, o presidente da associação diz que a situação foi solucionada e não foi reflexo da falta de verba para reparos nos equipamentos. "O que houve na questão das viaturas não foi falta de dinheiro, foi um problema no sistema,  mas logo o Bope emprestou veículos e ficou tudo certo", finaliza.

Veja também