TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
terça, 20 de abril de 2021
COVID CONFLITO
Geral

Casamento de lésbicas na Assembleia de Deus gera repúdio e cartório esclarece

Cerimônia ocorreu na última sexta-feira e repercutiu durante a semana

26 fevereiro 2021 - 21h37Por Thiago de Souza

Casamento que envolveu duas mulheres, dentro da Igreja Assembleia de Deus Brás Alagoas, em Maceió, Alagoas, no dia 19 de fevereiro, gerou repúdio de membros da Congregação. 

Ao tomar conhecimento do fato, fiéis passaram a criticar a igreja e suas lideranças. 

Apesar das explicações do pastor que preside o Ministério, o 1º Cartório de Registro Civil de Casamentos e notas de Maceió emitiu uma nota para esclarecer os fatos e isentar a igreja pelo fato. 

Segundo o cartório, o fato se tratou de um casamento coletivo, que ocorreu somente no âmbito civil, sem nenhum componente religioso. O espaço onde fica a AD Brás Alagoas foi apenas cedido pela igreja e não houve a participação de nenhum membro da congregação. 

Entre os vários casais que celebraram a união, na sexta-feira (19), havia realmente o casal lésbico. O cartório também esclareceu que não faz nenhuma distinção ou questionamento sobre raça, religião e orientação sexual. 

O casal de mulheres marcou, nas redes sociais, a localização da igreja, confirmando que houve o casamento naquele local. 

Críticas

Antes das explicações serem divulgadas, um internauta fez duras críticas à igreja. 

‘’Não dá pra acreditar que nível chegou a AD. Este pastor deve ser imediatamente expulso definitivamente da igreja, sem direito a retorno, e todos os membros que estiveram na cerimónia, serem todos submetidas a uma dura disciplina’’. 

Uma mulher, aparentemente cristã, também criticou a celebração na igreja. 

‘’Tem essa de abrir mente não, é o que está escrito na bíblia e pronto... tudo nessa vida passa, mas a Palavra de Deus permanece. É errado, a igreja não concorda’’.