TJMS JANEIRO
Menu
quinta, 20 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Geral

Ciro Gomes adere a manifestações contra Bolsonaro: "Futuro do Brasil"

Presidenciável decidiu participar das manifestações programadas para o dia 12 de setembro que pretendem pedir o impeachment do atual governante

09 setembro 2021 - 15h50Por Vinicius Costa

O candidato a presidência Ciro Gomes, do PDT, comunicou nesta quinta-feira (9) que pretende estar nas manifestações da Avenida Paulista, em São Paulo, que devem pedir o impeachment de Jair Bolsonaro. O ato está marcado para o dia 12 de setembro.

Embora exista uma resistência nos considerados de esquerda em aderir ao movimento por ele estarem sendo promovidos pelo MBL (Movimento Brasil Livre) e o VPR (Vem Pra Rua), compostos por políticos da direita não bolsonarista, como adiantou a Folha de São Paulo.

"Irei à manifestação do dia 12 na Avenida Paulista e sempre tentarei ir a outras manifestações que forem convocadas contra Bolsonaro. Seja qual for o sacrifício e risco que isso represente, há algo maior que tudo: o futuro do Brasil e da nossa democracia", disse nas redes sociais.

Ciro esclareceu em seu perfil que a luta é em defesa da justiça e da liberdade. Além disso, elencou que o país está com duas ameaças mortais, sendo a pandemia da covid-19 e a outra, o político afirmou ser Bolsonaro.

"Temos que enfrentar as duas, mesmo que, em alguns momentos, as táticas de vencê-las se conflitem. Iremos para as ruas com todas as cautelas sanitárias, mas com todo destemor cívico. Ou seja: com máscara no rosto e coragem no coração", acrescentou.

Mesmo com a dúvida existente na adesão do movimento, partidos e movimentos na oposição enxergam que esse é o momento certo de unir as forças contra as ameaças que estão sendo disparadas pelo presidente contra a democracia e preferem engrossar os atos.