Menu
segunda, 14 de junho de 2021
Geral

Contra casamento gay e aborto, candidato de esquerda vence eleição no Peru

Pedro Castillo era professor de escola rural venceu Keiko Fujimori

10 junho 2021 - 21h09Por Thiago de Souza

O candidato de esquerda, Perú Libre, Pedro Castillo, 51 anos, venceu as eleições presidenciais no Peru. A apuração foi encerrada nesta quinta-feira (10) e foi marcada por uma minúscula diferença de votos em relação à adversária, Keiko Fujimori. 

Segundo o R7, o órgão eleitoral do país divulgou que Castillo teve 50,199% dos votos válidos (8.800.486 no total), contra 49,801% (8.730.712) da adversária. A votação teve grande participação popular, com mais de 74,7% do eleitorado indo às urnas. 

Ainda segundo o site, a candidata de direita tenta, via judicial, anular algumas das atas para tentar reverter o resultado. No entanto, observadores independentes não viram indícios de fraude sistêmica alegadas pelo partido dela. 

Quem é

Pedro Castillo lecionou em escola rural por 24 anos. Até então desconhecido, ele saiu do anonimato ao liderar uma greve nacional de professores e adotou um lema de ‘’não haver mais pobres em um país rico’’. 

Ainda sobre o perfil do presidente eleito, consta que Pedro é casado e tem três filhos. O mandatário, diz o R7, tem uma mistura de moral conservadora e reivindicações sociais por mudança e isso teria encaixado bem em um país onde a religião costuma ser fator decisivo em eleições. 

Castillo costuma citar passagens bíblicas para justificar sua rejeição ao aborto, ao casamento homossexual e à eutanásia.