Menu
segunda, 17 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Geral

Corinthians e Inter se animam com chance de contratar destaque do River

09 outubro 2015 - 15h47Por UOL Esporte

O meia Carlos Sánchez pode atuar no Brasil em 2016. Corinthians e Internacional acompanham a situação do jogador e esboçam uma disputa – que ainda deve ter participação de clubes mexicanos.

Aos 30 anos, o uruguaio é titular absoluto do River Plate-ARG e foi a figura central do título de seu clube na Copa Libertadores. Mas ainda não chegou a um acordo para renovar e ficará livre em dezembro. Essa condição motiva os brasileiros na corrida por um acerto.

A procura de clubes brasileiros é tão significativa que o empresário Nelson Ferro Orrico, que representa o meia, esteve em São Paulo para ouvir ofertas. "Faz uns 10 dias eu estive no Brasil, ouvi coisas de alguns clubes", disse o agente ao UOL Esporte. "Atuar no Brasil seria ótimo, mas ainda existe a chance de renovar com o River também", completou. Essa hipótese, segundo a imprensa argentina, é remota.

Em junho, durante as tratativas para contratar Teo Gutierrez, o Corinthians levantou números e condições para assinar com Sánchez também. Pesou, naquele momento, o interesse do jogador permanecer para a disputa da Copa Libertadores, paralisada pela Copa América.

Fontes próximas ao presidente corintiano Roberto de Andrade asseguram que ele é um dos mais entusiasmados com o nome do meia uruguaio. Em contato com a reportagem, entretanto, o Corinthians negou ter se reunido recentemente por Sánchez, mas acompanha de perto a situação do jogador.

Quase no mesmo período deste ano, o Internacional recolheu informações e fez contato com o estafe do jogador. Naquele momento, ainda vivo na Copa Libertadores, o clube gaúcho chegou a pensar em Sánchez como um substituto para Aránguiz – que já tinha avisado sobre sua vontade de sair e que realmente disse adeus semanas depois, no restante da temporada. A alta do dólar, que fechou a quinta-feira custando R$ 3,79, é um problema a ser considerado pelo Colorado e o Corinthians. Não pelo jogador, segundo seu procurador.

"Eu prefiro não entrar em detalhes, mas é plenamente possível (em termos financeiros) que Sánchez atue no Brasil. É um campeonato forte, eu sei que o país atravessa um momento delicado, mas também sei com quem posso conversar e negociar", afirmou Orrico. "Sánchez tem os jogos com sua seleção e o Mundial com o River pela frente, mas também existe esse tema para ser resolvido", acrescentou depois.

Nesta semana, o diário Olé citou outros três clubes brasileiros como interessados em Carlos Sánchez: Atlético-MG, Grêmio e Palmeiras. O mexicano Monterrey também aparece na listagem. Só que nenhum deles se aproximou tanto como a dupla Corinthians e Inter.

Na quinta-feira, graças aos cruzamentos precisos de Sánchez, o Uruguai estreou com vitória sobre a Bolívia, fora de casa. Ele participou diretamente dos gols de Cáceres e Godín.