GOV AGEMS
Menu
quarta, 08 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
TRE
Geral

Estapeadas, socadas e surradas, famosas abrem o jogo e denunciam violência doméstica

Elas contam o que já sofreram na mão de maridos e companheiros

19 outubro 2018 - 10h12Por Da redação / TV Foco

Estapeadas, socadas, surradas... Famosas não se escondem e abrem o jogo em matéria realizada pela TV Foco, elas contam o que já sofreram na mão de maridos e companheiros. Veja só:

Palmirinha

No auge de seus 87 anos, a simpática apresentadora e cozinheira já contou em entrevista que sofreu com diversas agressões quando se casou a primeira vez. “Eu estava sempre com o olho inchado, machucada, com roxos pelo corpo. Naquela época, tinha o Mobral (Movimento Brasileiro de Alfabetização) e eu me matriculei para tentar terminar os estudos. Eu trabalhava durante o dia e estudava à noite. Quando eu chegava em casa, ele achava que eu estava em outro lugar e era aquele auê. Nunca fui revoltada por causa disso, sempre fui alegre, feliz. Nunca fiz as minhas filhas pagarem pelo que sofri. Tem mãe que desconta nos filhos. Eu não. Sempre tive o maior carinho, usava roupa bem velha para que elas pudessem ir arrumadinhas para a missa”, disse a Veja.

Luana Piovani

A atriz Luana Piovani denunciou anos atrás o ator e cantor Dado Dolabella de ter a agredido. No ano de 2016, a atriz foi entrevistada por Pedro Biel em seu programa na Globo e sem papas na língua ela declarou: “A violência doméstica é muito ruim no momento que ocorre, mas o depois eu acho que é pior. O julgamento das pessoas é algo que não consigo e nunca vou conseguir entender”, concluiu.

Gretchen

A diva e rainha dos memes da internet, Gretchen neste ano concedeu uma entrevista para o Fábio Porchat e contou que sofreu com um de seus ex-maridos. “Naquela época não tinha a Maria da Penha. Eu tinha vergonha, minha mãe chegava em casa e eu estava de braço roxo, testa roxa e dava respostas idiotas, dizia que bati no armário. Teve um momento que não suportei mais e consegui fugir. Quando ele voltou, se fosse atrás de mim cairia na imprensa. Corria o risco de eu contar e ficaria pior”, afirmou.

Elza Soares

Atualmente com 81 anos, a cantora virou um símbolo de resistência e de luta contra o racismo e violência doméstica contra a mulher. Em grande parte de sua vida, Elza Soares foi maltratada e surrada por seus companheiros, porém não se deixou abater. “Levei muita porrada”, revelou ela em entrevista. Em suas músicas, Elza canta sobre suas dores e amores.

Luiza Brunet

No ano de 2016, a atriz e modelo Luiza Brunet se divorciou do empresário bilionário Lírio Parisotto por ter sido agredida. O caso deu o que falar, já que os dois brigaram na justiça e foram destaque na imprensa. Na ocasião, Luzia comentou sobre a violência doméstica que ela sofreu: “Ter sido agredida por um homem, ter tido a coragem de denunciar e ajudar mulheres no Brasil e no mundo a tomar esse tipo de iniciativa, me orgulha demais. E exigir meus direitos nesse processo é algo que não abro mão. Meus advogados vão recorrer da decisão do Tribunal de Justiça por não ter reconhecido a união estável com o empresário que me agrediu”, disse ela quando perdeu a primeira ação para Lírio em 2018.

Algum tempo depois, Luizia participou de um evento e fez uma revelação: “Estou superenvolvida na questão de violência doméstica contra a mulher. Tenho feito vários eventos para conscientização, melhorar políticas públicas com relação às leis”, disse.