Menu
segunda, 14 de junho de 2021
Geral

Jacaré de 4 metros e 320 kg é capturado em propriedade rural

Fotos levantaram dúvidas sobre a veracidade do caso; especialistas envolvidos na captura da fera confirmaram a história

08 março 2019 - 08h14Por Da redação/Revista Planeta

Um jacaré-americano (Alligator mississippiensis) de proporções gigantescas foi encontrado em uma vala de irrigação perto do lago Blackshear, na Geórgia, por um fazendeiro local. O réptil pesava cerca de 320 kg, tinha 4 metros do focinho até a cauda ?e seu peitoral media 144 centímetros de perímetro. Fotografias do exemplar foram compartilhadas nas mídias sociais e deixaram dúvidas se as imagens eram reais. Os especialistas em vida selvagem do Departamento de Recursos Naturais da Geórgia (DNR), que capturaram a fera, confirmaram sua veracidade.

Pelas cicatrizes de antigas feridas de bala ao longo de seu corpo, calculou-se que o indivíduo era excepcionalmente velho. Infelizmente, devido à saúde debilitada e idade avançada, o DNR tomou a decisão de sacrificar o animal. “Capturamos alguns jacarés, mas nenhum deste tamanho”, disse Brent Howze, biólogo da DNR, à rede de TV CBS News. “Foi um pouco desconcertante no início dado o seu tamanho e poder, mas eu trabalho com um grupo incrivelmente talentoso de pessoas e estávamos bastante confiantes de que poderíamos lidar com a situação”, acrescentou.

Durante o século 20, os jacarés-americanos foram dizimados pela caça excessiva e perda de habitat na parte Sul dos Estados Unidos. No final dos anos 80, os enormes esforços de conservação permitiram que essa população voltasse a crescer. Foi um caso bastante incomum de rápido colapso seguido de uma recuperação rápida e completa. Embora isso seja boa notícia, sua abundância hoje significa que a espécie precisa ser manejada e caçada, especialmente se encontradas na proximidade perigosa de populações humanas ou gado.