tce janeiro
Menu
quinta, 27 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Geral

Kassab critica governo Bolsonaro: "Nem na ditadura se aparelhasse tanto"

Ainda em suas declarações, o parlamentar enfatiza que centrão deveria ter mais protagonismo e defende candidatura de Rodrigo Pacheco

04 dezembro 2021 - 17h50Por Vinicius Costa

Gilberto Kassab, atualmente presidente do PSD, criticou de forma dura e ríspida o governo de Jair Bolsonaro e explicou que as atitudes do presidente não se aparelhassem tanto à época da ditadura.

Segundo o site Metrópoles, Kassab esteve na última sexta-feira (3) em evento do grupo Derrubando Muros, no qual empresários, intelectuais e políticos fazem parte.

Naquela oportunidade, o parlamentar destacou que o país vive uma situação ruim e que o governo faz ameaças ao seu povo.

“O Brasil vive hoje uma situação bastante difícil. Um governo que ameaça, que aparelha como nunca. Talvez nem na ditadura se aparelhasse tanto”, disse o ex-ministro.

Em outra oportunidade, Kassab defendeu a candidatura do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD). Nessa linha, ele afirmou que o "centro precisa ter mais protagonismo, mais capacidade de comunicação, senão, vamo continuar perdendo espaço".

“No mundo das redes socais, aqueles que defendem posições extremas tem mais facilidade de repercussão porque são mais intensos. O centro é mais conciliador e pode passar nesse mundo a impressão que é inerte, mas não é”, completou.