Menu
Busca domingo, 05 de julho de 2020
ALMS
Geral

Mulher de policial que matou homem negro nos EUA pede divórcio

Ela pediu que a privacidade e a segurança da família sejam respeitadas

30 maio 2020 - 17h38Por Thiago de Souza

A mulher do policial Derek Chauvin, preso por matar George Floyd, que é um homem negro, em Minneapolis, Minnessota, pediu divórcio dele, na noite desta sexta-feira (29). 

Os advogados do policial já foram comunicados. A esposa, Kellie Chauvin, disse que está ''devastada'' com a morte de Floyd. O homem negro teve o pescoço prensado no chão pelo policial branco. Mesmo depois de avisar que não conseguia respirar, Derek seguiu apertando o pescoço do Floyd, que não resistiu e morreu. 

"Esta noite, eu falei com Kellie Chauvin e a família dela. Ela está devastada pela morte do sr. Floyd e sua mais profunda empatia está com a família dele, com seus entes queridos e com todos que estão de luto com essa tragédia. Ela entrou com um pedido de dissolução de seu casamento com Derek Chauvin", diz o texto divulgado pelo escritório, segundo o G1. 

A mulher de Derek não tem filhos com ele e sim de outros relacionamentos. Ela pediu que os filhos e os pais dela, que são idosos, tenham sua segurança e privacidade respeitada neste momento. 

 

Leia Também

Após Pioneiros, é a vez da Filinto Müller ser recapeada em Campo Grande
Cidade Morena
Após Pioneiros, é a vez da Filinto Müller ser recapeada em Campo Grande
COVID-19: Brasil tem mais 37 mil casos e registra 1.091 novas mortes
Saúde
COVID-19: Brasil tem mais 37 mil casos e registra 1.091 novas mortes
Prefeitura confirma 3ª morte por Covid em Paranaíba
Saúde
Prefeitura confirma 3ª morte por Covid em Paranaíba
Deputado detona ação contra cloroquina: 'querem matar autorizado pelo Supremo'
Política
Deputado detona ação contra cloroquina: 'querem matar autorizado pelo Supremo'