Menu
terça, 18 de maio de 2021
MS CRESCE PELA VIDA 14 a 18/05/2021
Geral

Pastor ordenou assassinato de esposa para ficar com amante em SC

A amante era amiga e vizinha da vítima e o pastor 'cidadão de bem' foi quem arquitetou o crime

23 abril 2021 - 11h16Por Rayani Santa Cruz

O pastor marido de Mariane Kelly dos Santos, de 35 anos, encontrada morta há duas semanas em Navegantes, município de Santa Catarina, foi quem planejou e ordenou o assassinato da mulher.

De acordo com o Metrópoles, o  homicídio foi planejado em conjunto com a amante do marido de Mariane. Ambos queriam, segundo o delegado, ficar juntos sem a interferência da atual esposa. O casal ainda almejava ficar com os bens, pertences e dinheiro da vítima.

A amante era "amiga" e vizinha de Mariane e foi quem a buscou no trabalho no dia do crime.

Ainda conforme o site, o delegado de Itajaí, Sérgio Sousa, disse que a investigação ainda não foi concluída, mas todos os envolvidos já foram identificados e o pastor teria sido o responsável por “orquestrar o crime”.

O crime

O corpo de Mariane foi encontrado por pescadores completamente esfaqueado e com as mãos amarradas no Rio Itajaí-Açu, no último dia 9.

O delegado explica que na noite do assassinato, dia 8 de abril, a vítima contou a uma colega de trabalho que o marido iria buscá-la, por volta das 19h, momento em que Mariane sairia do trabalho. No entanto, uma mensagem enviada por ele momentos antes de ela desaparecer perguntava se Mariane iria para casa de Uber, segundo a polícia.

Naquela noite, a amante do marido da vítima e o genro da amante foram buscar Mariane. A vítima teria sentado no banco do passageiro e o genro da amante estaria no banco de trás, junto com um sobrinho. 

O genro da amante golpeou Mariane com 27 facadas, assim que ela entrou no carro. Ele recebeu o valor de R$ 2,5 mil. 

Após o crime, todos os envolvidos continuaram suas vidas normalmente até que a Polícia começou a desconfiar do marido.