TCE SETEMBRO
Menu
sexta, 24 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Geral

Paulo Coelho enumera os ‘assassinos’ de Paulo Gustavo e vai parar nos TT’s

Escritor criticou quem desdenhava e ainda faz pouco caso da pandemia

05 maio 2021 - 09h57Por Nathalia Pelzl

O escritor Paulo Coelho se manifestou sobre a morte do ator e humorista Paulo Gustavo e enumerou quem são os ‘assassinos’. 

Após a declaração, o escritor foi parar entre os assuntos mais comentados do Twitter, na manhã desta quarta-feira (5). 

De acordo com o escritor, os assassinos são quem dizia ‘é só uma gripezinha’ – ‘não passa de 200 mortes’ – ‘cloroquina resolve’ – ‘gente morre todo dia’ – ‘Lockdown destrói o país’ – ‘máscara nos faz respirar ar viciado’ – ‘eu obedeço ao comandante’, e por aí vai. Canalhas da pior espécie”, escreveu.

Além disso, a jornalista Hildegard Angel seguiu na mesma linha e afirmou. 

“Hoje perdemos maior ator de humor brasileiro da atualidade, maior bilheteria do teatro, maior bilheteria do cinema. Não foi COVID. Foi assassinato frio desse governo gelado, monstruoso, sem gota sentimento e amor, q recusou 11 oferecimentos de vacinas e assina milhares de mortes”.

Por conta das condolências de Bolsonaro, termos como “canalha”, cínico”, “desgraçado”, “hispócrita” entre outros também subiram para os assuntos mais comentados das redes.