Menu
domingo, 25 de outubro de 2020
Geral

PGR pede ao STF que investigue acusações de Sérgio Moro

Procuradoria diz que declaração sugere comentimento de cinco crimes

24 abril 2020 - 18h23Por Thiago de Souza

O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu, na tarde desta sexta-feira (24), que o Supremo Tribunal Federal investigue as acusações feitas pelo ex-ministro, Sérgio Moro, contra o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Moro, no final da manhã de hoje, disse que o presidente tentou, por diversas vezes, interferir nas investigações da Polícia Federal. Além disso, negou ter assinado a demissão do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, algo que constou no Diário Oficial da União, de hoje. 

A PGR aponta, em tese, supostos crimes de falsidade ideológica, coação no curso do processo, advocacia administrativa, prevaricação e obstrução de Justiça, que podem ter sido cometidos por Jair Bolsonaro, quanto denunciação caluniosa e crime contra a honra, por parte de Sergio Moro ao fazer as acusações.

''A dimensão dos episódios narrados revela a declaração de ministro de Estado de atos que revelariam a prática de ilícitos, imputando a sua prática ao presidente da República, o que, de outra sorte, poderia caracterizar igualmente o crime de denunciação caluniosa.''.

Segundo a revista Veja, entre as providências, o procurador-Geral solicita ao Supremo a oitiva de Sergio Moro.

''Indica-se, como diligência inicial, a oitiva de Sergio Fernando Moro, a fim de que apresente manifestação detalhada sobre os termos do pronunciamento, com a exibição de documentação idônea que eventualmente possua acerca dos eventos em questão."

Leia Também

Hamilton supera Schumacher e se torna maior vencedor da história da F1
Geral
Hamilton supera Schumacher e se torna maior vencedor da história da F1
Autocine exibe o filme nacional “O Bem Amado” e contação de histórias abordando bullying
Cultura
Autocine exibe o filme nacional “O Bem Amado” e contação de histórias abordando bullying
Menino Ravi morre e céu ganha mais um anjo
In Memoriam
Menino Ravi morre e céu ganha mais um anjo
Juiz nega pedido da prefeitura contra liminar do TCE que barrou licitação para limpeza pública
Interior
Juiz nega pedido da prefeitura contra liminar do TCE que barrou licitação para limpeza pública